Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Baby, I'm back!

por A Mona Lisa tinha Gases, em 20.06.08

Ai que estou tão aliviadinha! Já só faltam três testes e uma apresentação!

Passei uma noite dos diabos! Vejamos: depois do jogo de Portugal eu ainda tinha cerca de 70% do trabalho que tinha que entregar hoje por fazer. Comer qualquer coisa e tal e eram onze e pouco quando eu comecei realmente a trabalhar. Só que aquilo revelou-se bem mais moroso do que eu estava à espera... Enterrei-me em análises linguísticas (Oh! As minhas preferidas! ) que se estenderam até às oito da manhã. Pausa de meia hora a cada duas horas para endireitar as costas, beber uma enorme chávena de café e voltar a sentir o rabo. Ou seja, foram cerca de sete horas em que produzi cerca de 30 páginas de análise linguística e teorização de resolução de problemas de tradução, introdução e conclusão um bocado ocas e mais uma traduçãozita, que é para não enferrujar...

Basicamente fiz o trabalho que devia ter feito em três ou quatro dias, numa noite.

E depois ainda tive que preparar uma apresentação em power point dos resultados mais significativos. Eram umas nove e meia quando me consegui deitar. Com umas dores musculares de quem acabou de correr a maratona...

Três horas depois já estava a rever o trabalho e a imprimi-lo. Mas soube tão bem conseguir entregá-lo a tempo!

A única coisa que me deixou um bocadinho mais atravessada foi que cheguei lá com a apresentação pronta e não cheguei a conseguir apresentar. Há alturas em que parecemos imensos. Mas isso só acontece lá para o fim de cada semestre. Também é nessa altura em que apareço mais na escola, portanto se calhar somos sempre imensos...

Isto tudo para dizer o quê? Eu podia ter dormido mais 1 hora! E agora estou aqui como se estivesse ligada à corrente. É que quando durmo pouco fico um bocado eléctrica. Se tivermos em conta a quantidade de cafeína que ainda anda a circular pelo meu corpo, podem imaginar.

O que vale é que a maior parte dos meus colegas também não dormiu grande coisa. Sim, porque este era O trabalho deste semestre. Andávamos todos maluquinhos lá pela escola, obviamente com demasiada cafeína no sistema, a falar demasiado depressa e todos ao mesmo tempo... 

No meio disto tudo, uma boa notícia: recebi uma mensagem a dizer que tive 17 no primeiro teste da cadeira de opção.  Andavam todos a gozar comigo por eu ter escolhido aquilo, mas se eu disse que queria ter Educação na Antiguidade Clássica por alguma coisa havia de ser! :)

Já me estou a alongar e não estou a dizer nada de jeito! Enfim, as próximas duas semanas serão mais calmas. Tenho testes mas tenho muito tempo. O que conhecendo-me como me conheço significa que vou andar doida a ler coisas à última da hora, antes mesmo de entrar na sala, com a esperança que alguma coisa me fique cá dentro...

Mas este fim de semana vou descansar! Oh, minha querida cama, vamos passar tanto tempo juntas nos próximos dois dias!! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:42

Castrati sem pio

por A Mona Lisa tinha Gases, em 07.05.08

Depois de muitos anos de resistência, lá me convenceram a castrar o gato...

Disseram-me que era o melhor a fazer tendo em conta os seus distúrbios urinários, cujas crises mais fortes se manifestavam por volta de Janeiro/Fevereiro, altura do cio das gatas.

E pronto, está feito! Eu paguei 50 euros e o Shaka veio para casa umas gramas mais leve.

Nada que não recupere nas próximas semanas. É que o gato ficou mole! Dorme profundamente durante toda a noite e manhã e tarde, se estiver para aí virado. No meio disto tudo, claro que fui contagiada pela moleza!

Senão vejam: tenho passado dias inteiros em casa, acordo lá para o meio-dia, almoço, e colo-me ao computador, como se o facto de ficar a olhar para o ambiente de trabalho indefinidamente me ajudasse a começar a trabalhar. Entretanto olho para o gato, estendido na cama, com o ar mais pacífico deste mundo. "Oh, tão fofinho!", penso eu. Quando dou por mim, já lhe estou a passar a mão pelo pêlo (sem segundos sentidos...) e, de repente, são seis horas e estou a acordar.

E passo os dias nisto. No início do mês tinha prometido a mim própria fazer todos os trabalhos deste semestre antes de Junho, para não ficar muito assoberbada quando começasse a trabalhar. Aliás, ando a pensar nisto desde Março. Mas chego agora a uma triste conclusão: não consigo trabalhar sem ter a corda no pescoço. Sou a típica estudante do último dia! Sem pressão não há produtividade. Acho mesmo que estou viciada em ansiedade, naquele mal estar generalizado que resulta de começar um trabalho às duas da manhã de um dia quando tenho de o entregar às dez da manhã desse mesmo dia, mas que é imediatamente substituído pelo alívio extremo e uma certa dose de orgulho quando afinal até correu tudo bem e consegui entregar as coisas a tempo.

Amanhã entro às oito da manhã para ter tradução literária. Sim, eu sei, é a hora ideal para ter a criatividade em alta! Então como não vou dormir nada de jeito hoje, vai ser fantástico! Já estou a imaginar maneira de me baldar à segunda parte da aula sem dar muito mau aspecto. É que ainda por cima são quatro horas seguidas daquilo, preenchidas a discutir se a palavra que se enquadra melhor em determinado trecho, é esmurrar ou socar, gritar ou bramir. Juro, às vezes saio de lá mais cansada do que se tivesse feito um turno duplo nas urgências do ER , em dia de acidente entre autocarro e comboio de mercadorias!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:10

Afinal foi ele que viu a luz...

por A Mona Lisa tinha Gases, em 15.02.08

Não sei se se recordam de uma situação caricata aqui há uns meses na minha faculdade.

Não sei o que se passa com o pessoal mas mais gente deve ter ficado seriamente afectada com este semestre.

Hoje, estava a beber café depois do tal último teste e passa à minha frente um rapaz, a benzer-se repetidamente e a olhar para o céu e a apertar os punhos e a benzer-se um pouco mais.

Era só o que faltava, na volta a faculdade foi palco de uma aparição da virgem e eu não estava lá para ver.

É incrível, nunca apanho estas coisas: terramotos, intensos cheiros a gás e agora uma aparição só nossa...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:23

Passei por aqui só para...

por A Mona Lisa tinha Gases, em 14.02.08

...dizer que amanhã

 

                    é o meu último teste!

 

Weeeeee! Já ando com umas saudades doidas de visitar os meus blogs preferidos e de conhecer outros e de blogar até cair para o lado! Mas a partir da próxima semana tiro a barriga de misérias! Sim, meus amigos, porque esta vossa cara amiga vai ter duas semanas de férias! Não vou sair de casa mas são férias, caramba!

Quer-me cá parecer que amanhã vou fazer uma daquelas jantaradas bem regadas para comemorar o fim do semestre mais turtuoso da minha vida!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:58

Parabéns a... mim!

por A Mona Lisa tinha Gases, em 06.02.08

Amanhã faço anos. 26 (até me arrepio toda quando penso nisso!).

Até gosto dos meus aniversários, não sou daquelas pessoas que ficam deprimidas porque estão mais velhas e também, diga-se, ainda é um bocado cedo para isso! Mas este ano, acho que vou ter o pior aniversário de todos os tempos. Senão vejam: às oito da manhã tenho uma apresentação oral, às onze entrega de um trabalho que, devido a uma ataque de preguicite, ainda só agora vou começar. Das oito às dez da noite, teste. De uma professora que passou o ano inteiro a escrever coisas estranhas e sem muito sentido no quadro e agora tenho que estudar para aí umas 30 páginas de coisas estranhas e sem sentido. Então quando ela começava a atrofiar com o português (é francesa) só me apetecia atirar-me pela janela. Eu e todos os meus colegas, que se encontram na mesma situação: vão estudar mas não sabem muito bem o quê. Normalmente, não me preocupava muito, lia as coisas uma ou duas vezes e fosse o que fosse. Mas como é que uma gaja se prepara para um teste, quando não percebe nada do que pode vir a sair?

Com isto tudo, tenho o dia todo arruinado. Não posso fazer almoço porque a maior parte do meu pessoal está a trabalhar e não posso fazer jantar porque vou estar enfiada numa sala com uma francesa demente! Ainda lhe pedi para alterar a hora mas parece que há uns meninos que trabalham e só podem ir àquela hora! Raio de gente produtiva!

 

Ah, é verdade, o Shaka está agora a tomar uma nova medicação: Vallium. Continua entupido, todos os dias vamos à vet para lhe tirar a urina da bexiga, mas está muito mais bem disposto. O que já me ri hoje! Dei-lhe o comprimido e assim que aquilo começou a fazer efeito começou a cambalear por todos os lados mas o mais cómico no meio de tudo isto é que, como efeito secundário, dá-lhe uma imensa vontade de brincar! Está farto de me roubar canetas e tudo o que não está colado para jogar à bola! O momento alto foi quando tentou jogar à bola com a máquina de barbear do Rui! Mas não lhe vamos dizer nada, não é? :D

 

Enfim, vou deixar-vos aqui um bolinho de aniversário para não dizerem que não "paguei" nada a ninguém! LOL

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:54

Esta noite...

por A Mona Lisa tinha Gases, em 04.02.08

... estive a fazer o trabalho final de Seminário. Produzi cerca de 15 páginas de análise entre as onze e as cinco da manhã. Foi uma maratona e pêras! Eu andava a ficar um pouco preocupada por ouvir o pessoal a dizer que estava a trabalhar naquilo há semanas, mas afinal não custou nada!

Entre as sete e as onze dormi um bocado, antes de ir entregar o dito trabalho. Sim, tinha que ser, quando não durmo fico estúpida que nem uma porta! Parece que me faz cá dentro um curto-circuito e fico com as funções todas maradas!

Anyway, durante essas escassas horas de sono sonhei que tinha arrecadado o tal jackpot milionário desta semana do Euromilhões! E sabem o que estava a fazer? A jogar ténis com o André Agassi!

Bem, fiquei tão lixada quando acordei e me apercebi que não era verdade. Até me deu vontade de engolir a almofada! Não tanto pelo André, como é óbvio, desculpa lá rapaz!

Mas, esperem aí... Será que foi uma premonição? UOU!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:54

Medo!

por A Mona Lisa tinha Gases, em 24.01.08

Amanhã tenho uma apresentação do trabalho mais lixado deste semestre do mestrado. Estou completamente neurótica. Detesto fazer apresentações, falar em público. Fico com a pulsação e a respiração completamente descontroladas, num estado de nervos nada recomendável.

O mais estúpido é que assim que as começo, gradualmente passa-me o chilique e as apresentações acabam por correr sempre bem. Mas a hora que antecede é de loucos!

Enfim... Vou preparar acetatos. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:08

E agora, algo completamente deprimente!

por A Mona Lisa tinha Gases, em 20.01.08

Porra! Ando a estudar, com escassas interrupções pelo meio, há vinte anos!

Ora aqui está uma cena deprimente como tudo! Principalmente se tivermos em conta que no fim de tudo isto, o mais provável seja o desemprego.

Até há bem pouco tempo estava optimista. Achava que, com um pouco de sorte, era bem provável que o cataclismo do desemprego não me atingisse a mim. E não, não andei à procura. Só que estou fartinha de ver reportagens sobre os licenciados e os doutorados desempregados. Não sei bem qual é a intenção dos nossos media, mas se é deprimir o pessoal, dou-lhes os parabéns! Conseguiram!

O que me inquieta mais nestas reportagens é não saber até que ponto é que o brilhantismo pessoal possa fazer alguma diferença. Ou seja, esta gente que tem boas habilitações, não consegue emprego porque não procuram convenientemente? Ou toda a gente que ande à procura, independentemente das características pessoais, vai ter o mesmo destino? Mesmo se eu fosse um génio, a minha licenciatura e mestrado, combinados com as minhas características pessoais não me iriam servir de nada? Mesmo que tivesse desenvoltura de raciocínio e de comunicação interpessoal e mais milhentas características que fariam de mim o candidato ideal a qualquer emprego neste país, mesmo assim não teria hipótese?

Porque se for assim, dedico-me à política, pá! Antes não fazer nada e ser paga para isso do que querer fazer e não poder.

Lá está, uma pessoa não sabe até passar por isso. Mas que é inquietante à brava, lá isso é...

Daqui a pouco mais de um mês terei o meu canudinho nas mãos. E apesar do mestrado ainda nem ir a meio, vou ter de começar a procurar qualquer coisa, um part-time que me permita ter uns trocos ao fim do mês. Estou farta de contar trocos! Estou farta de não poder fazer uma série de coisas por ainda não ser financeiramente independente! Nem a merda das minhas propinas posso pagar por inteiro. Lá tenho eu de recorrer aos paizinhos para me ajudarem a pagar a escola. Estou lixada!

Todos os dias me passa pela cabeça sair deste país. Todos os dias penso em hipóteses como Inglaterra. Pensem bem, os gajos têm das melhores seguranças sociais do mundo, tratam a mão de obra qualificada convenientemente e não é de desdenhar o nível de vida. Não sei porquê, mas sempre achei que não haveria de ter de lutar com todas as minhas forças para chegar ao fim do mês. Achava que tinha direito a conseguir atingir certo tipo de coisas que tornam a vida mais confortável, mais interessante, mais colorida. É mau querer o óptimo em vez do médio? É mau achar que connosco há-de ser diferente? É mau sonhar?

Estou deprimida...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:12

É bom, é muito bom!

por A Mona Lisa tinha Gases, em 20.12.07

Há coisas que deixam qualquer pessoa doida. Há outras em que ninguém acredita, de tão imbecis que são. E há ainda coisas que nos fazem questionar regimes, governos e instituições. Esta cabe em qualquer das categorias acima descritas:

 

Há uns tempos, começou a circular na faculdade (e não só na minha, em todas as faculdades da Universidade de Lisboa) o rumor de que todo o capital que os alunos recebiam sob forma de bolsa de estudo, teria de ser devolvido, em prestações, após o fim do curso. Ou seja, quando começamos a trabalhar, a ganhar o nosso dinheiro e a ponderar coisas tão banais como comprar um carrito ou um T0 num sítio qualquer, não podemos porque já estamos endividados com outra entidade: o estado.

Eu já nem ponho em causa o pagamento ou não de propinas e a questão de supostamente  o ensino ser um direito fundamental consagrado na Carta de Direitos do Homem... Tínhamos as casas de banho numa desgraça e graças ao dinheiro das propinas, agora já não tenho de aguentar o dia inteiro sem ir à casa de banho. Ou seja, a faculdade tornou-se um pouco menos repulsiva a esse nível. O que eles fazem com os subsídios anuais do estado, eu não sei e nem sequer vou por aí. Agora, atribuir uma bolsa de estudo porque o aluno é carenciado e depois pedir-lhe de volta, quando entra no mercado laboral é hipotecar os inícios de vida de milhares de jovens! Biltres!

Mas isto passou e nunca mais ninguém falou nisso. Eis se não quando, hoje vejo no Correio da Manhã, a notícia de que mais de 800 alunos do ensino superior estão a usufruir do "novo sistema de empréstimos" do estado para pagar propinas. Ainda por cima os senhores apresentam este facto como sendo uma coisa fantástica pois "Os alunos que peçam este empréstimo beneficiam de uma taxa de juro mínima e sem depender de avales ou garantias patrimoniais."

Ou seja, os pobres coitados que não têm o ensino superior pago pelos pais, têm de pedir empréstimo para pagar as propinas de um curso que muitas vezes nem sequer lhes garante colocação na área, ou em casos mais graves, em qualquer área que seja e a propaganda do estado diz-nos que é fantástico porque têm juros baixos...

Eu já ouvi falar de uma coisa assim, com este tipo de publicidade enganosa: acho que se chamava Estado Novo... 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:19

O que é a Fraseologia?

por A Mona Lisa tinha Gases, em 17.12.07

Pois, meus caros, esta pertinente questão, que já muitos de vocês devem ter colocado, ocupou-me hoje a tarde toda, devido a um trabalho para uma das cadeiras do mestrado...

Depois de todas aquelas horas encafuada na biblioteca, gostava de vos dizer que sei responder. E até sei, mas não quero matar ninguém de aborrecimento.

Quando a escola se tornar minimamente interessante e não um meio de adquirir informação que nos faz parecer infinitamente mais inteligentes mas que não interessa nem ao menino Jesus, avisem-me!

Nessa altura começo a ir regularmente...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:17



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Ninguém percebe o Leonardo. A Mona Lisa nao estava a sorrir, estava com gases. É o primeiro registo de arte escatológica.

E-mail
Facebook
No Twitter

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D


Links

Outros Gases



Favoritos