Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Parvoíces farmacológicas...

por A Mona Lisa tinha Gases, em 20.11.07

Há pessoas muito parvas! Mas isso vocês já sabiam...

Aqui na minha zona, há três ou quatro farmácias a que recorro quando é preciso. Duas delas são geridas ou têm empregados, muito estranhos.

Passo a explicar: a farmácia X fica numa ruazinha simpática, ao lado de um cabeleireiro e de uma clínica veterinária e tem estacionamento privativo. Ao balcão encontramos sempre as mesmas quatro ou cinco pessoas, incluindo a dona da farmácia. Todos eles, incluindo uma farmacêutica que entrou há pouco tempo, são de uma simpatia extrema. Mesmo. A atirar para o macabro! Palpita-me que deve ser alguma coisa no ar. Os clientes, e calculo que sejam todos, são recebidos como amigos de quem se sente falta e há espaço para a piadola e o gozo. Sempre com enorme respeito, refira-se. Mas são simpáticos demais... 

Se pensarmos, é assim que devia ser em todos os locais de atendimento ao público. Mas o povo português está tão habituado a encontrar bestas atrás de um balcão que até estranha!

Por falar em bestas, a farmácia Y situa-se a escassos dois ou três quilómetros da farmácia X. Fica situada numa rua que é uma dor de cabeça para encontrar estacionamento a qualquer hora do dia, por baixo de um prédio residencial. Sempre fui mais ou menos bem atendida nesta farmácia. Há duas senhoras extremamente simpáticas e atenciosas, há uma que se engole e há outra que é um bocado parva mas eu sei bem lidar com essa gente, por isso até me dá vontade de rir. Claro que eu nunca tinha sido atendida pela dona da farmácia Y , pois como calculam, não passo a vida a caminho de lá, como os pobres velhinhos que entopem aquele antro entre as 9 e as 11 da manhã.

Mas já a tinha visto em acção. Aqui há uns meses atrás, estava eu na fila e a dona da farmácia estava a atender uma velhinha que queria saber o preço de uma caixa de aspirinas. Quando a besta lhe respondeu, a pobre senhora perguntou se não tinha desconto. Coitados, eles sabem lá. A besta respondeu-lhe, após uma daquelas gargalhadas maquiavélicas que associamos aos vilões dos desenhos animados, que não.

Aquilo caiu-me tão mal. Antes de conseguir reagir já a senhora se tinha ido embora. Era claramente uma daquelas velhinhas, com um reforma miserável, como são quase todos. Mas uma verdadeira besta não se condói.

Ontem foi a minha vez. Esperamos sempre que este tipo de pessoas saibam distinguir entre quem podem pisar porque não têm capacidade de resposta ou não se querem chatear, e quem não podem. Mas não. A mulher além do mais, é burra!

Eis a nossa conversa:

EU: Bom dia.

BESTA: ...

EU: (Pausa) Bom dia.

BESTA (Pausa. Estende a mão para receber a receita) ...

EU: (Tom alto) BOM DIA!!

(BESTA recua uns passos e fica a olhar para mim como se eu fosse a criatura mais mal-educada à face desta terra.)

BESTA: (Sussurra) Bom dia. 

(BESTA vai buscar os medicamentos, faz o pagamento e entrega-me o saco. Pausa.)

EU: Obrigada.

BESTA: ...

EU (Tom alto): Agradeça! Afinal de contas, eu acabei de vir deixar aqui o meu dinheiro! Isto é, quer queira pensar que sim ou não, um estabelecimento comercial. As pessoas que atendem ao público devem ter o mínimo de educação, pois caso contrário, há mais 4 farmácias na zona por onde escolher! Da próxima vez que eu cá meter o pézinho , se não obedecer a umas quantas regras de educação, peço o livro de reclamações! E se continuar a olhar para mim com essa arrogância toda ainda leva com ele em cima!

 

E virei costas. Sim, eu sei que exagerei! Mas eu ainda tinha o outro episódio gravado na mente e andava mortinha para meter aquele sucedâneo de gente no seu lugar. Provavelmente não volto a entrar lá mas por uma vez alguém disse àquela **** o que ela merecia ouvir!

Porque raio é que as pessoas têm tamanha necessidade de maltratar aqueles que consideram seus inferiores? E porquê, expliquem-me porque é que sequer se julgam superiores a quem quer que seja.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:19


48 comentários

Imagem de perfil

De A Mona Lisa tinha Gases a 20.11.2007 às 23:43

Ai, não sei se sou capaz de lá voltar! Parte de mim gostava! Talvez ainda ganhe coragem! lol

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Ninguém percebe o Leonardo. A Mona Lisa nao estava a sorrir, estava com gases. É o primeiro registo de arte escatológica.

E-mail
Facebook
No Twitter

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D
  196. 2006
  197. J
  198. F
  199. M
  200. A
  201. M
  202. J
  203. J
  204. A
  205. S
  206. O
  207. N
  208. D


Links

Outros Gases



Favoritos