Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



...

por A Mona Lisa tinha Gases, em 29.09.11

O Millennium BCP está a oferecer fitinhas para pôr no pulso para podermos todos demonstrar o nosso orgulho por Portugal.

Newsflash, Millennium: O pessoal só não dinamita este antro porque o país não está no seguro!

Orgulho, qual orgulho? Só se amarrarmos as fitinhas umas às outras para fazermos uma forca...

 

E o pior ainda está para vir, diz o Gaspar. Ugh! Nem as fitinhas do Millennium nos vão valer quando este belo dia chegar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:49

...

por A Mona Lisa tinha Gases, em 20.09.11

A maior parte das vezes, a publicidade só nos faz bocejar, desesperar pelo fim.

E depois há o contrário, os escassos segundos que de alguma forma nos inspiram ou nos comovem ou nos mostram que há esperança.

Ainda que o objectivo seja vender um par de calças...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:21

Argumentos...

por A Mona Lisa tinha Gases, em 16.09.11

Premissa 1: O Económico diz que a ERSE quer aumentar a electricidade em 30% em 2012.

 

Premissa 2: Eu recebo uma factura da EDP, ainda com IVA a 6%, com uma diferença de 20€ (para cima, claro, é sempre para cima) em relação à última factura.

 

Conclusão: Eu dirijo-me à EDP e ofereço o meu futuro filho primogénito em servitude se eles prometerem parar de me torturar.

 

 

Cada um vai a jogo com as fichas que tem...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:53

Linguagem corporal

por A Mona Lisa tinha Gases, em 14.09.11

Passos regressa hoje ao Parlamento para segundo debate quinzenal (SIC)

 

‘Resgate’ da Madeira pode chegar a cinco mil milhões (DE)

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:00

Era uma vez na América

por A Mona Lisa tinha Gases, em 10.09.11

Já lá vão dez anos, mas ninguém se esquece exactamente onde estava e o que estava a fazer.

Eu estava a dormir e fui acordada pela minha mãe que me dizia que tinha acontecido alguma coisa em Nova Iorque, que um avião tinha chocado com um edifício. Por essa hora ainda ninguém sabia o que se estava a passar, nem aqueles que lá assistiam ao vivo, nem aqueles que, como nós, assistíamos a milhares de quilómetros, pela televisão.

A terrível confirmação de que algo de muito errado se passava, veio pouco depois, com o segundo avião, a segunda bala colossal contra o edifício igualmente colossal. Nesse momento, eu, estremunhada pelo sono, e toda a gente um pouco o mundo, sentiu o queixo cair-lhe perante a demonstração do mal. Nesse segundo, nesse momento que parecia prolongar-se infinitamente, à medida que as televisões repetiam vezes sem conta aquilo que não parecia ser possível, a humanidade juntou-se num chocado e mimético "oh!". Perante o inimigo que parecia longínquo, insignificante, quase inexistente. Perante a realidade de que o extremismo, que nunca poderá originar nada de bom, podia alojar-se entre nós, passear-se pelas nossas ruas, dizimar-nos no nosso âmago e não numa qualquer cidade desértica, de nome impronunciável, num qualquer país invisível.

Muito mudou desde então, muitos inimigos, supostos ou reais, desapareceram, outros surgem e surgirão, muitas guerras se travaram. Mas algo permanece igual. A sensação de desconforto perante as imagens, dos corpos a cair, das torres a encontrar o chão, das pessoas que, momentaneamente, eram todas iguais, cobertas pelos edifícios reduzidos a pó, é a mesma, persiste ainda agora, passados dez anos.

Houve quem dissesse que naquele dia éramos todos americanos. Eu digo que todos aprendemos, nesse dia, que éramos demasiado frágeis e desprotegidos face ao terrorismo, à eterna e renovável estupidez humana. E isso é algo que não se esquece. E é por isso que todos nós sabemos exactamente onde estávamos e o que fazíamos no 11 de Setembro. Porque ultrapassamos o choque, fechamos a boca de espanto, mas não esquecemos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:58

Axioma

por A Mona Lisa tinha Gases, em 08.09.11

Ray: I saw your midget today. Little prick didn't even say hello.

Chloë: Well, he's on a lot of ketamine.

Ray: What's that?

Ray: Um, horse tranquilizer.

Ray: Horse tranquilizer? Where'd he get that?

Chloë: I sold it to him.

Ray: You can't sell horse tranquilizers to a midget!

 

 

in In Bruges

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:07

Está na hora da caminha!

por A Mona Lisa tinha Gases, em 02.09.11

Alguém devia reduzir a voz do Vítor Gaspar a comprimido e vendê-la nas farmácias.

Mas doses moderadas, muito daquilo pode meter uma pessoa em coma!

Se virmos bem, deve ser uma competência que o homem adquiriu depois de se tornar Ministro deste governo. Uma mutação derivada da Selecção Natural. Alguém que nós dá tantas más notícias e de uma forma tão concentrada, tinha mesmo que ter uma voz indutora de sono. As pessoas bem querem atirar-lhe coisas ou cortar os pulsos, conforme se encontrem ou não perante a sua pessoa, mas o super poder do Gaspar mantê-no, a ele e a nós, a salvo.

Admirável, é o que vos digo!

Este homem devia ter sido enviado para o meio dos tumultos de Londres. Qual canhão de água, Vítor Gaspar neles!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:20



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Ninguém percebe o Leonardo. A Mona Lisa nao estava a sorrir, estava com gases. É o primeiro registo de arte escatológica.

E-mail
Facebook
No Twitter

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D


Links

Outros Gases



Favoritos