Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Maria de Lurdes

por A Mona Lisa tinha Gases, em 30.10.08

Temos que pensar quais poderão ser as consequências das reformas que o ensino em Portugal atravessa.

Muitos de vocês ainda se devem lembrar da polémica com o exame de matemática deste ano. Parece que lá para o meio havia uma questão que estava ao nível do nono ano. Relembro que os exames nacionais se efectuam no 12º ano para acesso à universidade e conclusão do ensino secundário. Na altura, Maria de Lurdes Rodrigues veio dizer que não era ela que fazia os exames e que qualquer facilitismo não lhe podia ser imputado a ela, Ministra da Educação. Pois.

Os resultados desses mesmos exames começaram a ser revelados ontem e, surpresa das surpresas, verificou-se uma melhoria significativa da generalidade dos resultados. Será que os nossos alunos, de um ano para o outro, ficaram extremamente aplicados e sofreram um boost de inteligência? Duvidoso, digo eu.

De resto, as melhores escolas continuam a ser as privadas. Parece que para garantir um lugar nas melhores faculdades do país e ter um nível de ensino compatível com esse objectivo, temos que pertencer a uma qualquer elite...

Desenganem-se aqueles que pensam que esta ambivalência se fica pelo secundário. Se bem que depois é diferente. Como? A minha experiência com o ensino superior mostrou-me duas vertentes. Se, por um lado, os alunos mais fracos (que os há; gente que mal sabe escrever obtém licenciaturas ao fim de 3 ou 4 anos) vão passando, desde que tenham alguma paciência e muito poder de encaixe, os melhores serão classificados consoante frequentem uma faculdade pública ou privada.

Tive uma professora que dava notas baixas, corria turmas inteiras a 10, 11 e 12 e lá dava um 15 ou um 16 para disfarçar. Toda a gente sabia que era assim e não havia muito a fazer. Até que descobrimos que essa mesma senhora dava aulas na Católica e aí já não se coibia de dar 19 e 20 a uma série de alunos. A questão que tem que ser colocada é a seguinte: Será que os alunos da Católica eram assim tão diferentes de nós? Será que numa turma inteira não haveria ninguém merecedor de um vinte?

Só pode haver duas respostas a este tipo de interrogações:

 

- Os alunos da Católica são aqueles que frequentavam privadas no secundário e estão habituados à exigência do ensino e a obter classificações elevadas, ou

 

- É a Católica! Os pais não pagam balúrdios para os filhos saírem com média de 13 e para não ocuparem os melhores cargos que o país tem para oferecer.

 

Se calhar, o mais correcto é uma mistura destas duas ideias.

 

Mas a coisa não fica por aqui. Parece que agora os senhores do Ministério da Educação, os mesmo que diziam que não andavam a facilitar a vida a ninguém, querem acabar com os chumbos no ensino obrigatório. Os parâmetros desta ideia ainda permanecem por explicar.

 

A consequência imediata disto só pode ser uma. De facto, teremos muito mais pessoas com o 12º ano. Mas depois, se calhar, ter o 12º ano vai deixar de ter qualquer tipo de importância.

Depois, se calhar, as pessoas a quem foi facilitada a vida académica até então, aproveitam os exames nacionais facilitados e entram em faculdades facilitistas. Alguns vão chumbar repetidamente quando aí chegarem, contribuindo para os cofres do estado com as propinas equivalentes aos anos que chumbaram, outros vão passando até adquirirem o canudo e estarem prontos para engrossar a força trabalhadora.

Mas que força trabalhadora será essa? Porque, se calhar, estamos a falar dos líderes, dos administradores, dos gestores de amanhã. 

Será que queremos que os nossos destinos sejam decididos por uma data de gente a quem a vida toda foi entregue numa bandeja?

Se calhar não. 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:54

O tamanho importa!

por A Mona Lisa tinha Gases, em 28.10.08

Anda tudo em polvorosa com o ginecologista que andava a levar demasiado a sério a questão da palpação da paciente. Isto porque apesar de ter sido condenado por duas das três acusações que pendiam sobre si, o clínico continuava a dar consultas numa unidade pública de saúde e no seu consultório privado.

Depois de o caso ter sido noticiado nos jornais, mais pacientes vieram dar a cara, acusando o clínico do mesmo.

Então o senhor veio-se defender. Diz que é fisicamente impossível ter cometido os factos de que o acusam, devido à altura da cadeira de observação e por conduzir as observações sentado. Mas ressalva, mesmo que estivesse de pé, não conseguiria atingir a vagina das queixosas, devido à bandeja dos fluidos, pois para tal era necessário ter um "pénis grande".

...

...

...

Sou só eu, ou é a primeira vez que ouvem um homem admitir que é pouco abonado, com esta facilidade?

 

"Oh, pois, eu não podia ter feito isto porque tenho uma micro-pila! Na verdade, é tão pequena que só consigo ter satisfação sexual com as raparigas indefesas que por cá aparecem. É que é mesmo minúsculo, se eu não soubesse dizia que era uma borbulha!"

 

Eu sei o que é que lhe fazia com a bandeja dos fluidos! Ai sabia!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:30

Há coisas...

por A Mona Lisa tinha Gases, em 27.10.08

Parece que no passado dia 23 este blog fez dois anos.

E eu não reparei! Bem, nem eu nem ninguém.

Pobre blog. Deve estar a pensar para com os seus botões: "Já não me amas como antes! Nunca mais me disseste que sou bonito! Oh, como a vida é cruel!"

Pronto blog, não chores mais, toma lá um bolinho, vamos soltar uns foguetes, que no teu caso são só mesmo gases e não te preocupes que continuas a ser a minha coisa virtual preferida!

Muito sensíveis são estes bichos!

 

Agora aconselho-vos a que tenham cuidado. Há tantos anos que a Mona Lisa não come nada que depois deste bolo, o ar pode ficar potencialmente mortal!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:34

Para todas as Alices

por A Mona Lisa tinha Gases, em 27.10.08

(Cartoon de Ricardo Galvão, retirado do Jornal A Bola.)

 

Que mais se pode dizer? Genial...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:39

As malhas de que eu gosto! - Parte 28

por A Mona Lisa tinha Gases, em 23.10.08

Eram muito bons, estes rapazinhos!

Acreditem que o difícil foi mesmo escolher qual dos vídeos aqui colocar.

Curvo-me perante os Rage Against the Machine e este "Take the Power Back".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:14

Férias de Outono?

por A Mona Lisa tinha Gases, em 22.10.08

Caros, amanhã é o meu último dia de trabalho...

 

...antes de umas fantásticas férias de 10 dias!!!

 

Não, não vou para lado nenhum.

Mas não vou estar no trabalho, vou poder levantar-me todos os dias à uma da tarde, ver filmes e séries quase até amanhecer... Um regresso temporário aos velhos tempos, portanto!

O meu boss achou que eu precisava de férias e eu não lhe disse que não, claro.

O único inconveniente (porque há sempre algum) é que vou passar esses dias agarrada ao computador a trabalhar. isto porquê? Ontem tive a minha primeira orientação e recebi a fantástica informação de que a parte de análise do trabalho tem de estar pronta até dia 12 de Dezembro. São 260 exemplos para analisar!

E pensava eu que já andava enrascada!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:09

O elefante

por A Mona Lisa tinha Gases, em 21.10.08

A duas semanas das eleições presidenciais norte-americanas, a vantagem de Barack Obama sobe para oito pontos.

À medida que os republicanos endureciam comentários e críticas, rasando mesmo o mais imundo dos chãos, os democratas iam subindo. Não deixa de ser um sintoma interessante. Talvez os americanos estejam a  ficar fartos da escandaleira. Ou talvez não queiram uma Sarah Missile na linha de sucessão imediata à "cadeira". Sim, porque McCain não parece propriamente robusto. Mais parece que qualquer brisa o vai deitar abaixo...

Desde o último grande debate entre os dois candidatos, os ânimos em ver Obama à frente da nação americana foram substancialmente refreados. Talvez tenha sido toda aquela conversa sobre apanhar o Bin Laden.

Parece-me que as pessoas se perguntaram instantaneamente se haveria assim tantas diferenças entre os dois lados.

Eu não acho que Obama seja doido. Não me parece que o homem esteja obcecado em apanhar o Bin Laden, ao contrário do que deixou transparecer. Acho é que, e McCain nisso não difere, havia necessidade de desviar as atenções da grave crise económica. Uma das melhores maneiras de desviar a atenção de um assunto que prende todos os interesses num determinado momento, é apontar para o céu e gritar "elefante". Bin Laden há-de ser para sempre o elefante voador da América. E neste caso, uma das mais eficazes manobras de diversão.

Porque é que havia tanta necessidade de apontar baterias para outro lado? Porque nenhum dos dois candidatos fazia a mais pequena ideia de como resolver o problema da falência iminente.

E isso, é muito mais preocupante do que a possibilidade de o Obama ser um doido obcecado por outro doido!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:20

Vejam lá, não se aborreçam!

por A Mona Lisa tinha Gases, em 20.10.08

José Sá Fernandes, vereador da Câmara de Lisboa, declarou hoje:

 

«Se chover muito este Inverno vai haver aborrecimentos em Lisboa»

 

Bem ,de uma coisa podemos ter a certeza: Sá Fernandes sabe bem o que é um eufemismo! Porque o que aconteceu em Lisboa neste Sábado pareceu-me mais do que um aborrecimento!

E daí, como já é uma situação tão "normal" se calhar até foi só isso mesmo...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:07

Sobre os links

por A Mona Lisa tinha Gases, em 17.10.08

Black sheep

(imagem retirada de http://www.ebaumsworld.com/pictures/view/177188/)

 

Ontem, uma amiga que conhece bastante bem a blogosfera e que tem o seu próprio blog, perguntava-me porque razão não tenho, salvo raríssimas excepções, links de blogs amplamente conhecidos na minha lista. Blogs que, por uma razão ou outra (mérito ou simplesmente por o autor ser uma figura mais ou menos pública), têm normalmente o epíteto de "conceituados" associado, que têm um número de visitas diárias invejável, que se convencionou que seriam mais interessantes que todos os outros.

Perguntava-me essa amiga se a ausência dos blogs notáveis na minha lista era indicativo de que não os leio.

A resposta é sim. Mas não é por isso que não os linko (sim, sei que esta palavra não existe!).

Desde que comecei a trabalhar, alguns de vocês podem ter começado a reparar na minha ausência nos vossos blogs, que visitava regularmente, onde comentava regularmente. No início, era usual visitar os blogs da minha lista todos os dias e aí fazer comentários todos os dias. Depois, à medida que a lista ia ficando maior, comecei a tirar um dia por semana para a ronda. Por fim, e devido à quantidade anormal de trabalhos do mestrado, deixei de comentar nos blogs e passei a visitar cada vez menos.

Agora que estou a trabalhar e já comecei, aos poucos a preparar a tese, tive de me consciencializar de uma coisa: para continuar a visitar outros blogs, ou deixava de ter vida, ou deixava de actualizar o meu. E eu não ia deixar de fazer nenhuma dessas coisas. Portanto, com pena minha, tive que deixar de ler os blogs das pessoas de quem gostava. É um pequeno luxo que às vezes me permito, lá quando o rei faz anos.  Agora, aqui neste parágrafo, que não serviu só para encher espaço, está a razão pela qual eu não leio os blogs supra sumo. Para além de não ter tempo, se o tivesse, utilizá-lo-ia em blogs cujos autores eu gosto. Porque não leio blogs, leio pessoas, troco ideias com elas, discuto, brinco, rio com pessoas. Se visito um blog em que essa interacção não existe, não tenho interesse em continuar a fazê-lo. É a mesma coisa que jogar ténis contra a parede.

Essa é uma das razões pela quais um dos únicos links, que eu tenha reparado, que pertence a um blog "maior" é o do Luís Castro. Porque o Luís, talvez por não pensar que é superior a tudo o que mexe na terra, responde e trata toda a gente por igual.

Quando comecei na blogosfera, há quase dois anos atrás, visitava regularmente um blog "notável", comentava regularmente. Até que me apercebi que o autor só respondia aos comentários ofensivos ou que contivessem opiniões mais ou menos divergentes das dele. Deixei de lá ir. Nunca mais lá pus os pés.  Ténis de parede não é mesmo comigo!

A minha lista de links está, neste momento, um pouco desactualizada. É a próxima tarefa que tenho que realizar, um incremento substancial em número. Continuará a não contar com a presença de notáveis.

Agora, vocês podem perguntar, já que deixei de ter tempo para visitar blogs, porque não colocar lá esses links na mesma, que dão outro ar à coisa? Porque é chique e tal. 

Por uma razão muito simples: esses blogs não precisam de promoção. Não precisam de ter mais links espalhados por mais sítios.

Agora, os links que eu promovo pertencem a blogs de pessoas normalmente interessantes e que não são promovidos como deviam ser. É por isso que o faço. Se repararem na lista de links dos "conceituados" chegarão à conclusão de que eles só promovem outros conceituados. Então porque é que eu, que sou pequenina, não hei-de promover só os pequeninos? 

É isso que faço. Se há coisa que nunca fui, é servilista.

Nem nunca soube caminhar em manada, vai-se lá perceber porquê!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:42

A vingança da Maria Alice

por A Mona Lisa tinha Gases, em 16.10.08

O Portugal-Albânia de ontem foi um exercício de sofrimento...

Para os espectadores!

Pobres coitados dos bracarenses, que estavam todos contentes por poderem ver a nossa Selecção, apoiaram incansavelmente a equipa do início ao fim  e tudo o que lhes foi retribuído foram passes falhados, golos certos que não entraram, displicência e um ritmo de jogo que estava mais adequado aos distritais do que aos craques que estavam em campo.

Na verdade, a equipa só começou a jogar futebol lá para os 80 minutos, quando Nuno Gomes entrou em campo.  O rapaz aqueceu, aqueceu, aqueceu, e quando lá o deixaram finalmente entrar estava on fire! Partiram dele os únicos passes acertados (aquele toque de calcanhar, de costas para a baliza, é de uma execução magistral), os lances de mais perigo mas também as oportunidades perdidas mais escandalosas. Porque ninguém estava a jogar em equipa naquele campo. O rapaz ainda tentou mas com a descoordenação que havia naquele campo, não havia ninguém para aproveitar as boas oportunidades.

Quaresma perdia-se em fintas e perdia invariavelmente a bola, Nani teve alguns momentos bons que se esfumavam à estrada da área albanesa. Ronaldo, muito longe da forma ideal, não acertava uma. A frustração levou o madeirense a insurgir-se contra o público após uma mais sonora assobiadela. E eu ainda acho que foi pouco. Nunca se viu uma equipa a jogar futebol tão mau ser tão apoiada!

Porque o que tivemos ali na noite de Braga, foi um elevado número de boas individualidades do futebol, a jogar sozinhas, a ver quem fazia melhor figura, quem arrancava mais palmas. Falharam redondamente, não perceberam o mais importante.

Quais sãos as conclusões que podemos daqui tirar?

 

1. Parece-me que Queiroz tem que ter pulso mais firme, meter na cabeça dos meninos que se jogarem sozinhos são 1 contra 10 e assim não se costuma fazer grande coisa. Ensinar ao senhor capitão que não é a espingardar com a plateia que as coisas começam a correr melhor. E não se exaltar tanto, Jesus! O homem ia entrando em campo umas 20 vezes. Se a tranquilidade não emanar do banco, isso vai reflectir-se mais em campo.

 

2. Deco, o tal brasileiro que tanta celeuma causou quando entrou na Selecção, faz muita falta naquele meio-campo! Mais do que qualquer Ronaldo ou Quaresma podiam fazer.

 

3. Nuno Gomes tem que jogar mais. Parece-me que se tivesse jogado desde o início ou desde o início da segunda parte, o resultado teria sido diferente.

Porque tem mais maturidade, porque marca e dá a marcar. O melhor marcador da selecção em actividade é um trunfo a utilizar. Queiroz precisa perceber isso! Ou vai ser crucificado como o treinador que negou o acesso ao Mundial de alguns jogadores da geração mais interessante do futebol português. Aqueles para quem esta próxima grande competição pode ser a última. 

 

Agora é tomar uns Red Bull e ganhar o resto dos jogos todos! Ai vai ser difícil? Não andassem a dormir, meus meninos! Não andassem a dormir!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:43


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Ninguém percebe o Leonardo. A Mona Lisa nao estava a sorrir, estava com gases. É o primeiro registo de arte escatológica.

E-mail
Facebook
No Twitter

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D


Links

Outros Gases



Favoritos