Segunda-feira, 29 de Dezembro de 2008

Isto é que não!

Caros, cá estamos nós, depois de mais um Natal!

Confesso que ainda estou enjoada com tanto doce! Esta vossa amiga está a funcionar à base de água com gás e saladinhas para ver se tenho estômago para a passagem de ano... Acho que se, entretanto, vir mais um bolo rei que seja, me atiro pela janela!

Como devem ter reparado, não pus cá os pezinhos nos últimos dias. Férias, meus caros! Sublimes férias até Segunda-feira que vem.

Entretanto, achei por bem vir cá mostrar-vos o meu novo brinquedo! Aqui está ele:

 

Não, esta visita à Mona Lisa abandonada não serve só para me gabar!

"Ah, porque está de férias e tem um telemóvel novo!"

Nada disso! Esta visita serve para avisar os senhores da LG de que este telemóvel devia ter uma chamada de atenção na caixa, alertando para o facto de não poder ser comprado por pessoal de Letras, sob pena de caírem todos fulminados onde quer que decidam consultar o calendário.

É que esta fantástica peça de design (o telemóvel é mesmo bonito, pá!) tem um defeitinho aquando da consulta do calendário. Se por acaso não tiverem nada marcado para determinado dia e mesmo assim carregarem nesse dia, este amigo LG presenteia-nos com a seguinte mensagem:

"Sem enventos"

Sim, read it and weep!

E pronto, como até agora não houve muitos enventos de interesse, tirando a questão Israel- Palestina, da qual não me apetece falar, retiro-me!

Se surgir algum envento de relevância entretanto, cá voltarei!

 

tags: ,

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 09:48
link do post | comentar | Flatulências (10) | favorito
Terça-feira, 23 de Dezembro de 2008

Feliz Natal!

 

Feliz Natal a todos os habitués e (pronto, vá lá) aos outros também!

Não esperem ver-me por aqui nos próximos dois dias, que entrei de férias outra vez, vou comer muito, quiçá ficar alcoolicamente alegre e esquecer-me do caminho para o PC!

Boas Festas para todos!

tags:

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 22:48
link do post | comentar | Flatulências (21) | favorito
Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2008

Feliz Natal (que o meu também será, com certeza)!

Ando há anos a planear o Natal perfeito.

Não tem corrido exactamente como eu quero. Muitas variáveis...

Este ano fiz as compras todas com bastante antecedência, para não me irritar com os mares de gente que inundam os centros comerciais.

Consegui evitar a maior parte desse magote louco de gente louca para encontrar a prenda ideal, em lojas onde uma pessoa mal consegue respirar, quanto mais ver alguma coisa.

Consegui dividir a época das festas, com algum sucesso, entre a casa dos meus pais e a dos pais do meu gajo.

Consegui arranjar um cantinho para a árvore e para os presentes, apesar da remodelação que parecia tornar isso impossível.

Consegui arranjar algumas surpresas de última hora para as pessoas de quem gosto.

Parecia que tudo estava encaminhado para o meu Natal perfeito. Mas não!

Uma troca de palavras muito ou pouco acesa, um mal entendido e cancela-se a festa. Que não há espírito natalício.

Desisto! Nunca mais tento planear o Natal perfeito! Muita gente, muitos humores, muita coisa que eu não consigo controlar...

Muitas variáveis!


publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 10:25
link do post | comentar | Flatulências (23) | favorito
Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2007

Foi-se...

Pronto, já passou!

Uma pessoa pensa que vem de férias para descansar e no entanto, chega a dia 26 com as costas feitas num oito e quase com vontade de voltar para o trabalho ou escola. Este ano não foi muito diferente dos outros. Em dois dias, produziu-se mais lixo que numa semana inteira, a maior parte dele não reciclável. Bebeu-se um bocadinho demais, receberam-se prendas que não lembram a ninguém. Aquelas que provavelmente estão enfiadas num armário, que já foram ofertas de Natais passados e que as pessoas voltam a embrulhar. Eu não me posso queixar, mas a minha mãe é especialmente atingida por este flagelo. Já lhe disse que fizesse o mesmo mas ela recusa-se a entrar na cadeia, como se a quebrá-la fosse incitar outros a fazê-lo. Not gonna happen ... Como tal, lá foi arrumar nos recônditos dos armários coisas como pratinhos para aperitivos e lenços com  Yorkshires , para não ter nunca mais de se lembrar deles.

Eu já comecei a ler o meu querido Harry Potter , estou um pouco nostálgica porque está a chegar ao fim... Também já comecei a vasculhar as opções especiais do Lost  mas nada disto me está a dar o prazer que podia, pois estou constantemente a pensar que no dia 4 tenho não sei quantos trabalhos para entregar e relativamente a um deles, não percebo nada do que para ali vai. A razão é simples: não estive presente nas reuniões, enviaram-me umas  páginas de teoria, e disseram-me simplesmente, "olha, fiz a recolha dos exemplos, agora ligas os exemplos à teoria". O que é que eu entendo disto? "olha, fiz o mais cagativo , agora fazes o trabalho." A sério, há alturas em que me apetecia ser a mais completa e maquiavélica das cabras...

Em relação à noite de Natal em si, éramos cinco à mesa e mesmo assim, a certa altura, já estava tudo a falar de assuntos diferentes. Às vezes é um caos... Comemos demais, bebemos um pouco demais e depois do jantar, foi cada um para seu lado, a gemer com queixas de que estavam demasiado cheios. Resultado: dez minutos depois, dois de nós estavam a dormir! A sério, eu só me ria. Perto da meia-noite lá consegui reunir toda a gente na sala para a abertura dos presentes. Acho que todos ficaram bastante satisfeitos! Tenho uns ténis novos que são de cair para o lado. : )

O meu irmão ofereceu uma viagem ao Brasil aos meus pais, mas não tinha os bilhetes com ele. Ou seja, a princípio, ninguém acreditou. Haviam de ter visto a cara dele. Não havia ninguém mais infeliz!

Mas é mesmo verdade. Essa terá sido a maior surpresa. Outra delas é que já não aguento beber como antes. Dois ou três copos de vinho e no dia seguinte já sentia uma ligeira ressaca. LOL

Agora já me estou a preparar física e psicologicamente para a passagem de ano. Isso é que costuma ser uma provação. No dia 1 nunca estou disponível para ninguém. Não tenho nem cabeça nem estômago nem nada...  LOL

 

P.S.: O meu gato teve a sua primeira luta! Ficou um bocadinho mal tratado. Anda todo torto como se tivesse dores musculares. A uma certa altura, no jardim, era um gato qualquer a correr atrás do Shaka , eu a correr atrás do gato e o Shiva , o nosso cão, a correr atrás de todos. Os vizinhos ficaram um bocado confusos, vieram todos para as janelas e começaram a narrar os acontecimentos entre si! "Foi o cão que apanhou o gato", "Não, foi o gato que apanhou outro gato", " Então não foi o cão que atacou a dona"... A sério, no fim daquilo tudo acho que teriam ficado mais satisfeitos se eu surgisse toda ensanguentada com os bichos às costas... LOL

 

sinto-me:
tags: , ,

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 16:58
link do post | comentar | Flatulências (11) | favorito
Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2007

A corrida às compras

Hoje tive uma tarde que não lembra a ninguém. É a véspera do último fim-de-semana antes do Natal e fui enfiar-me no Vasco da Gama... Mas a culpa não é sequer minha. Já fiz todas as minhas compras há mais de uma semana. A culpa é dos meus progenitores... Não gostam (dizem eles que não podem) de se enfiar nos centros comerciais nestas alturas, então dão-me o dinheiro para ir comprar as minhas prendas. Mas fazem-no, especialmente o papá , assim um bocadinho para o em cima da hora...

Da altura em que trabalhei lá, na Valentim de Carvalho, já lá vão uns anos, conservei a fantástica capacidade de me deslocar por entre a massa humana a uma velocidade constante e elevada. Às vezes lá há uma ou outra pessoa que fica uma bocado confusa por ver passar em frente do nariz um objecto não identificado a alta velocidade mas... Azar! Detesto centros comerciais cheios! Considero-os quase uma ofensa pessoal.

Hoje, para além de estar cheio, o pessoal estava doido! Vi de tudo. Aquelas velhinhas que só devem sair de casa nesta altura e que torcem o nariz a tudo o que se mexa num raio de 800 metros, discussões nas filas dos embrulhos e ainda um duelo sénior de chapéus de chuva. Pá, devia ser um desporto! Em vez da sueca, duelos de chapéu de chuva. Acabava logo com as artrites reumatóides.

Fui rudemente atendida na Perfumes & Companhia, onde também já trabalhei, há ainda mais anos. Foi só nessa duas, não temam e foi só para ganhar trocos para saídas e alcool. Ai que isto agora soou tão mal. Enfim adiante, já fui uma pitinha e não há nada a fazer...

Como dizia, rudemente atendida na perfumaria. Como já lá trabalhei, tenho algum conhecimento de como as coisas funcionam. Ou tinha, já não sei. Perguntei à rapariga que me estava a atender se sabia em que loja podia encontrar a gerente de loja dali de quando lá trabalhava. Ela não sabia e foi perguntar à actual, que se encontrava a três metros. A mulher atirou um "Sei lá!" tão arrogante e tão indisposto! Expliquei à rapariga que a pessoa por quem estava a perguntar era a gerente há uns anos atrás! E sabem o que a ninfeta me disse? "A gerente não era de certeza, podia era ser a chefe de loja!" Mas isto dito com um desprezo...

É oficial! Descambou numa decadência, aquela loja!

E lá segui para a Worten para comprar a segunda e terceira temporadas de Lost! Quer-me cá parecer que a partir de Janeiro, passo noites em branco, não como e mal respiro, a ver aquilo tudo seguidinho e a tentar apanhar todos e quaisquer pormenores que me possam ter escapado nas outras trezentas vezes em que já vi os episódios. Agruras de ter a FOX e alturas sem nada que fazer...

À vinda para casa, claro que não conseguia encontrar o carro, uma vez que havia carros estacionados em segunda fila em tudo o que era buraco. O português tem essa fantástica qualidade de ver numa aparente impossibilidade, uma oportunidade. Só isso explica aquele carro que estava estacionado em cima de um monte de brita... 

Chego a casa e o Shaka fez das suas! Mijou-me o edredón que tinha acabado de apanhar. Tanto tempo que aquela coisa demorou a secar e agora já está outra vez na máquina. O bicho anda um bocado atrofiado. De vez em quando entope e deve culpar a caixa de areia. Por isso, "embora lá fazer chichi em todo o lado menos na caixa".... (A respirar profundamente.)

Agora está aqui no meu colo, armado em rei no topo do monte. E nem sequer lhe posso ralhar porque senão fica nervoso e ainda entope mais! É vida, isto?

Agora se me dão licença, tenho de ir embrulhar as minhas prendas. Sim, porque já tive que aturar demasiados doidos hoje para ainda passar mais meia hora em cada fila para embrulhos...

  

sinto-me:

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 21:32
link do post | comentar | Flatulências (10) | favorito
Terça-feira, 4 de Dezembro de 2007

As malhas de que eu gosto! - Parte 8 (Edição Natalícia)

Durante este mês de Dezembro, as edições d' As malhas que eu gosto, vão ser canções de Natal, pois claro!

Tenho um pedido a fazer-vos: uma vez que ainda não tenho placa de som, façam o favor de me dizer se esta é aquela música que aparece na parte I do Home Alone. Sim, tenho a noção que é de um amadorismo tremendo, mas o que se pode fazer? Queria mesmo muito mostrar-vos esta coisinha mais fofa!

sinto-me: Já dentro do espírito!

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 23:33
link do post | comentar | Flatulências (11) | favorito

Ninguém percebe o Leonardo. A Mona Lisa nao estava a sorrir, estava com gases. É o primeiro registo de arte escatológica.

E-mail
Facebook
No Twitter

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 185 seguidores

.pesquisar

 

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Isto é que não!

. Feliz Natal!

. Feliz Natal (que o meu ta...

. Foi-se...

. A corrida às compras

.últ. comentários

Mesmo... É incómodo lembrar.
Ainda custa a digerir o desaparecimento de um ídol...
as aveiros devem estar a ferver...
Oh pá, e eu já nem me lembrava disto. E foi tão b...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Quantos já cá vieram soltar gases

.Quem anda aí...

online
Add to Technorati Favorites
SAPO Blogs

.subscrever feeds