Sexta-feira, 27 de Março de 2009

Mistérios da meia-noite que voam longe!

Como é que eu hei-de dizer isto sem parecer muito estranho?...

Amanhã, aconselho-vos vivamente a ler a secção Gente do DN. Não sei se é um suplemento do jornal, se existe em formato físico, ou se só existe no site renovado do DN.

Mas onde quer que se encontre, dêem uma vista de olhos!

E mais não posso dizer.

Bom fim de semana para todos!

tags: ,

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 09:38
link do post | comentar | Flatulências (10) | favorito
Quinta-feira, 10 de Abril de 2008

Literatura de WC

As minhas leituras de WC são muito eclécticas.

 Um dos tipos editoriais mais repetentes nessa nobre divisão da minha casa são as revistas como a Máxima e outras parecidas, cortesia da minha mãe, que as adquire religiosamente.

A literatura de WC é, para mim, algo de suma importância.

Sim, porque toda a gente sabe que, no WC, temos uma compulsão quase fisiológica de ler alguma coisa, principalmente em alturas em que sabemos que lá vamos ficar algum tempo. À falta de melhor, damos por nós a ler o rótulo do shampô ou da água oxigenada. Ainda alguém me há-de explicar este estranho fenómeno.

De qualquer maneira, como é um impulso tão incontrolável e não queremos chegar ao extremo de ler rótulos de produtos de higiene, há que ter sempre alguma coisa para ler. Hoje dei por mim isolada com uma Máxima. E pensei: Lá terá que ser...

Estas revistinhas revoltam-me um bocado o estômago. Para começar, em 266 páginas de revista, temos 120 páginas de publicidade. Senti-me um bocado avassalada, acho que nunca levei uma ensaboadela tão grande de publicidade como nesta ocasião.

E depois, temos algo ainda mais irritante. As páginas dedicadas à decoração de interiores, objectos triviais para a casa (ou seja, mais publicidade, mas disfarçada) não são claramente para o português médio ler. Só se for para ficarmos mais deprimidos. Parei numa página com espelhos de parede. Havia um ou outro mais ou menos acessível mas eis que surgem preços de 400, 600 euros, por aí além.

Quem é que pode dar mais de 100 contos por um espelho de parede? Quem é que é o público-alvo deste tipo de revistas?

Mistérios...


publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 02:09
link do post | comentar | Flatulências (28) | favorito

Ninguém percebe o Leonardo. A Mona Lisa nao estava a sorrir, estava com gases. É o primeiro registo de arte escatológica.

E-mail
Facebook
No Twitter

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 185 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Mistérios da meia-noite q...

. Literatura de WC

.últ. comentários

Mesmo... É incómodo lembrar.
Ainda custa a digerir o desaparecimento de um ídol...
as aveiros devem estar a ferver...
Oh pá, e eu já nem me lembrava disto. E foi tão b...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Quantos já cá vieram soltar gases

.Quem anda aí...

online
Add to Technorati Favorites
SAPO Blogs

.subscrever feeds