Sexta-feira, 16 de Maio de 2008

Mudam-se os tempos...

Neste nosso país não se passa nada de relevante.

Só assim se explica que tenha sido dado tanto ênfase ao facto de o Primeiro-Ministro ter fumado um cigarro num avião fretado.

Só assim se explica que ele tenha vindo fazer a auto-flagelação pública, dizendo desconhecer se estava de facto em incumprimento da lei, pedindo desculpa e proferindo a frase que devia ser estampada em t-shirt's: "Vou deixar de fumar."

Tal e qual como os miúdos quando são apanhados a fazer asneiras e que, despeitados, respondem: "Ai é? Então nunca mais faço!"

O que Sócrates não se apercebeu é que com esta frase está a menorizar o esforço de todos os milhares de portugueses que anualmente tentam deixar de fumar. Porque, pelos vistos, para o nosso PM é das tarefas mais fáceis que pode haver. Mas não é, pois não?

A primeira coisa que devíamos ter em conta é que os media portugueses não têm, de facto, muito que fazer. Só assim consigo entender que tenham dado tanta importância ao cigarrito do PM, quando nem sequer tinham a certeza se o que ele fez, era passível de ser penalizado pela nova lei do tabaco.

A segunda coisa que temos de ter em conta é que há por aí muito pessoal descontente com a lei e este "deslize" do PM só vem fazer aumentar de tom as críticas à dita lei.

O que é que podemos retirar de tudo isto? Ou a totalidade dos media portugueses são tendencialmente social-democratas ou então não gostam nada das concentrações de fumadores à porta dos edifícios, um pouco por todo este país.

Mas podemos ainda retirar outra conclusão: para uma coisa destas ter vindo a público, tem que ter havido alguém presente no avião a dar com a língua nos dentes, o que nos transporta para toda a atmosfera pré 25 de Abril, altura em que as pessoas tinham uma visão e uma audição apuradíssimas, especialmente quando se tornava necessário chibar ajuntamentos na rua ou as ditas músicas subversivas.

Eu se fosse a Sócrates, tentava descobrir quem foi esta pessoa.

É que o seu lugar é num museu, de preferência com uma placa ao pescoço:

"RELÍQUIA DO ESTADO NOVO: O Chibo!"

Se eu fosse a Sócrates também tentava crescer um bocadinho e deixar de fazer birras. O que é que os adolescentes fazem quando se querem armar em adultos? Fumam um cigarrinho!

Cá para mim, nos próximos meses, vamos ver muitos fotógrafos pendurados nas árvores perto da residência oficial de Sócrates, a tentar obter a foto do ano: O Primeiro-Ministro de um país ocidental a fumar um cigarro... de tabaco! 

sinto-me:

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 18:55
link do post | comentar | Flatulências (26) | favorito

Ninguém percebe o Leonardo. A Mona Lisa nao estava a sorrir, estava com gases. É o primeiro registo de arte escatológica.

E-mail
Facebook
No Twitter

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 185 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Mudam-se os tempos...

.últ. comentários

Mesmo... É incómodo lembrar.
Ainda custa a digerir o desaparecimento de um ídol...
as aveiros devem estar a ferver...
Oh pá, e eu já nem me lembrava disto. E foi tão b...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Quantos já cá vieram soltar gases

.Quem anda aí...

online
Add to Technorati Favorites
SAPO Blogs

.subscrever feeds