Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

Hoje foi dia de:

Odiar o meu trabalho!

 

 

Já nem vejo nada direito! Só me apetece atirar o raio do portátil pela janela!

tags:

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 18:27
link do post | comentar | Flatulências (12) | favorito
Quinta-feira, 9 de Outubro de 2008

A lógica do cóco

Estou a trabalhar numa das zonas "in" da região de Lisboa, a zona sul do Parque das Nações.

Aqui, os prédios são residenciais quase na sua totalidade, à excepção das "lojas" que compõem alguns rés-do-chão. É numa dessa que se situa a empresa onde trabalho.

Quem quer que não conhecesse a zona, haveria de reparar, à medida que se dirige para cá, que está a entrar num bairro privilegiado.

Logo de manhã, senhoras de farda rosa passeiam os cães e os filhos dos patrões, empurram carrinhos de brinquedo, lavam escadas, sacodem tapetes. Acho que não deve haver uma habitação que não tenha empregada doméstica.

Estamos constantemente quase a levar com carros em cima. Mas não são uns carros quaisquer. São Audi, Mercedes e BMW. O pessoal aqui só tem rodas de luxo mas parece que foram todos roubar as cartas de condução ao 6 de Maio. Não sabem fazer rotundas, não respeitam sinais de trânsito... É uma aventura conduzir por estes lados! E não sabem estacionar nem para salvar a vida. Um dos meus passatempos preferidos aqui é debruçar-me na varanda a vê-los estacionar. Quase dá vontade de aplaudir no fim! Que espectáculo de qualidade!

Outra das características interessantes deste sítio são os cães. A maior parte deles são minúsculos. Muito esta gente gosta de Yorkshire's! Mas cagam como gente grande!

Os donos gostam de passear os cães ao fim da tarde, quando chegam. Acham que os senhores apanham os cócos? Claro que não! Aqui, nem a isso são obrigados. Há uma empresa cuja única função é vir cá recolher excremento.

"Ah, então o que é que fazes? Apanho cóco de cão rico!"

Mas como os senhores só cá vêm uma vez por dia, às vezes passar nestes passeios é o equivalente a atravessar um campo minado!

Cá para mim, os senhores da tal empresa haviam de ter um número de emergência! Devia haver um a cada esquina, com o saquinho a postos!

 

E pronto, é assim! Agora já percebo o significado da expressão "gente rica é outra coisa". 

Oh, se percebo!

  


publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 09:40
link do post | comentar | Flatulências (15) | favorito
Segunda-feira, 6 de Outubro de 2008

A inquietação

Estou numa daquelas fases esquisitas em que parece que estou à espera que aconteça alguma coisa...

Passei o fim de semana ansiosa, com aqueles suspiros profundos e motivados por nada, com constantes mini-ataques de ansiedade.

E o pior é que não estou a ver, sinceramente, o que raio é que poderá vir a acontecer.

Sei que há uma ou duas questões que poderão eventualmente vir a precisar de resolução, mas só lá daqui a um ano.

Que raio de neurose, i tell you!

tags:

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 09:41
link do post | comentar | Flatulências (15) | favorito
Domingo, 20 de Abril de 2008

FDS, a sigla polissémica

Cheguei a uma triste conclusão.

O fim-de-semana faz-me mal. Durmo demais. Apodera-se de mim um sono incontrolável. Hoje só consegui acordar lá para as seis da tarde, outra vez.

E já estou irritada só de pensar que amanhã tenho quatro horas de aula seguidas...

Ou seja, espero uma semana inteira pelo fim-de-semana para depois, o mesmo, só me tornar mais difícil a semana seguinte.

Tenho de arranjar horários normais! Onde é que se compra o pacote?

sinto-me:
tags:

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 23:47
link do post | comentar | Flatulências (23) | favorito
Quarta-feira, 9 de Abril de 2008

Bored

Ando com tanta falta de vontade de fazer o que quer que seja que até meto nojo a mim própria...

 

(Hã, não digam que não podem construir frases enormes sem enfiar uma única vírgula lá pelo meio!)

 

 

tags:

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 01:59
link do post | comentar | Flatulências (29) | favorito
Quarta-feira, 26 de Março de 2008

Portugal profundo

Já cá estou. A viagem foi cansativa como tudo. Já nem sinto as costas...

Mas dormi tão bem enquanto lá estive! Não há silêncio como nas pequenas aldeias metidas entre os montes da Beira Alta. E não há paisagem como aquela. De tirar o fôlego, com cascatas, montes verdes a perder de vista, pedregulhos espalhados, do tamanho de casas... Lindo. Mas completamente isolado. Internet? Nem sei se alguém terá para lá. E rede de telemóvel sempre fraquinha ou inexistente...

 

              

 

 

 

 

 

 

 

  Bonito, não é?

 

 

 

 

 

 

 

 

Já agora, antes de sair daqui reparei que a página do Gato Pardo estava indisponível. Agora já está disponível mas todo o conteúdo desapareceu... Alguém se importa de me explicar o que é que se está a passar? Gato, se passares por aqui, o que é que te passou pela cabeça, homem?

sinto-me: Cansada

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 21:12
link do post | comentar | Flatulências (20) | favorito
Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008

Afinal foi ele que viu a luz...

Não sei se se recordam de uma situação caricata aqui há uns meses na minha faculdade.

Não sei o que se passa com o pessoal mas mais gente deve ter ficado seriamente afectada com este semestre.

Hoje, estava a beber café depois do tal último teste e passa à minha frente um rapaz, a benzer-se repetidamente e a olhar para o céu e a apertar os punhos e a benzer-se um pouco mais.

Era só o que faltava, na volta a faculdade foi palco de uma aparição da virgem e eu não estava lá para ver.

É incrível, nunca apanho estas coisas: terramotos, intensos cheiros a gás e agora uma aparição só nossa...

sinto-me: Quase evangelizada outra vez
tags: ,

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 20:23
link do post | comentar | Flatulências (10) | favorito
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

Será desta?

Meus caros e caras, a notícia é semi-oficial mas não resisto a partilhá-la já com vocês:

 

O gato Shaka está desentupido!!!

Vamos ver se se aguenta assim por uns dias. Se isso acontecer, é bem capaz de lhe ter passado a crise! Espero bem que sim, se vos disser que nos últimos dois dias só consegui dormir períodos de uma hora, de vez em quando, não estou a exagerar!

Mas para já, é noite de celebração! Por enquanto, o meu nini está a urinar e só de pensar nisso encho-me de alegria! (Vamos lá ver se não é passageira...)

Se há uns tempos que dissessem que ia ficar tão feliz por ver urina de gato, provavelmente perguntava se a pessoa estava parva e se pensava que tinha algum fetiche esquisito.

Que, já para clarificar essa questão, não tenho, ok?

Nem com urina de gato, nem com dedos de pés, nem com qualquer outra coisa estranha e/ou nojenta que se lembrem! Fica já aqui bem claro! 

sinto-me: Semi-happy, como semi-oficial

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 21:26
link do post | comentar | Flatulências (27) | favorito
Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2008

Parabéns a... mim!

Amanhã faço anos. 26 (até me arrepio toda quando penso nisso!).

Até gosto dos meus aniversários, não sou daquelas pessoas que ficam deprimidas porque estão mais velhas e também, diga-se, ainda é um bocado cedo para isso! Mas este ano, acho que vou ter o pior aniversário de todos os tempos. Senão vejam: às oito da manhã tenho uma apresentação oral, às onze entrega de um trabalho que, devido a uma ataque de preguicite, ainda só agora vou começar. Das oito às dez da noite, teste. De uma professora que passou o ano inteiro a escrever coisas estranhas e sem muito sentido no quadro e agora tenho que estudar para aí umas 30 páginas de coisas estranhas e sem sentido. Então quando ela começava a atrofiar com o português (é francesa) só me apetecia atirar-me pela janela. Eu e todos os meus colegas, que se encontram na mesma situação: vão estudar mas não sabem muito bem o quê. Normalmente, não me preocupava muito, lia as coisas uma ou duas vezes e fosse o que fosse. Mas como é que uma gaja se prepara para um teste, quando não percebe nada do que pode vir a sair?

Com isto tudo, tenho o dia todo arruinado. Não posso fazer almoço porque a maior parte do meu pessoal está a trabalhar e não posso fazer jantar porque vou estar enfiada numa sala com uma francesa demente! Ainda lhe pedi para alterar a hora mas parece que há uns meninos que trabalham e só podem ir àquela hora! Raio de gente produtiva!

 

Ah, é verdade, o Shaka está agora a tomar uma nova medicação: Vallium. Continua entupido, todos os dias vamos à vet para lhe tirar a urina da bexiga, mas está muito mais bem disposto. O que já me ri hoje! Dei-lhe o comprimido e assim que aquilo começou a fazer efeito começou a cambalear por todos os lados mas o mais cómico no meio de tudo isto é que, como efeito secundário, dá-lhe uma imensa vontade de brincar! Está farto de me roubar canetas e tudo o que não está colado para jogar à bola! O momento alto foi quando tentou jogar à bola com a máquina de barbear do Rui! Mas não lhe vamos dizer nada, não é? :D

 

Enfim, vou deixar-vos aqui um bolinho de aniversário para não dizerem que não "paguei" nada a ninguém! LOL

 

sinto-me: Quase "Birthday Girl"

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 22:54
link do post | comentar | Flatulências (63) | favorito
Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2008

Esta noite...

... estive a fazer o trabalho final de Seminário. Produzi cerca de 15 páginas de análise entre as onze e as cinco da manhã. Foi uma maratona e pêras! Eu andava a ficar um pouco preocupada por ouvir o pessoal a dizer que estava a trabalhar naquilo há semanas, mas afinal não custou nada!

Entre as sete e as onze dormi um bocado, antes de ir entregar o dito trabalho. Sim, tinha que ser, quando não durmo fico estúpida que nem uma porta! Parece que me faz cá dentro um curto-circuito e fico com as funções todas maradas!

Anyway, durante essas escassas horas de sono sonhei que tinha arrecadado o tal jackpot milionário desta semana do Euromilhões! E sabem o que estava a fazer? A jogar ténis com o André Agassi!

Bem, fiquei tão lixada quando acordei e me apercebi que não era verdade. Até me deu vontade de engolir a almofada! Não tanto pelo André, como é óbvio, desculpa lá rapaz!

Mas, esperem aí... Será que foi uma premonição? UOU!

 

sinto-me: Medium!

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 21:54
link do post | comentar | Flatulências (10) | favorito
Sexta-feira, 1 de Fevereiro de 2008

Déjà vu

Todo este dia foi um imenso déjà vu!

Tive um teste logo de manhã, assisti a umas quantas apresentações (vá lá, desta vez não tive de fazer), combinei mais uns trabalhos para a semana que vem, cheguei a casa e o Shaka tinha entupido, fui à vet desentupi-lo, cheguei a casa de novo e dei-lhe uns quantos medicamentos e meti-me a fazer um trabalho final...

Só me apetece enfiar-me na cama e não sair de lá mais.

 

P.S.: Desculpem lá o mood do blog ultimamente, mas se não ando contente os posts também não podem andar.

tags: ,

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 19:50
link do post | comentar | Flatulências (14) | favorito
Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

...

Nem sei o que vos diga. Isto hoje não está a correr nada bem. O gato Shaka entupiu. O que significa que já me saiu do bolso cerca de uma centena de euros, hoje…

Já não sei o que hei-de fazer ao animal. Estou mesmo a dar em doida. O que é que eu quero dizer com entupiu? Não consegue urinar, começa a bexiga a encher descontroladamente e tem de ser algaliado para retirar a urina manualmente, com a ajuda de uma seringa.

Agora, houve uma altura em que isto aconteceu umas três vezes numa só semana, eu tinha algum dinheiro de lado e resolveu-se a coisa, apesar das queixas de quase toda a gente que me rodeava, que me diziam ser inconcebível gastar 300 euros numa semana no bicho, quando esse dinheiro nos iria fazer falta. Mas lá me arranjei. Comecei a levá-lo às escondidas e combinei ir pagando à vet . Desta vez não vejo como vou sair desta. Se ele entupir mais uma vez que seja, dá-me uma coisa, embora seja o mais provável. O que me irrita profundamente nos cuidados veterinários, principalmente os de emergência é o facto de gastarmos dinheiro a rodos. Ando há não sei quantos meses para tirar uma eco ao gato mas aquilo custa os olhos da cara. Muito compreensiva tem sido a veterinária do Shaka . Mesmo cinco estrelas.

Digo-vos uma coisa, espero que nunca venham a passar pelo mesmo. Quando temos um animal há vários anos na família, ele começa a ter problemas e há um limite para o que conseguimos fazer por ele, parte-nos o coração. Já estive à beira das lágrimas não sei quantas vezes, hoje.

É um amigo, o meu gato, um verdadeiro companheiro. Quando chego a casa, a primeira coisa que faz é vir cumprimentar-me com umas lambidelas ou umas turras. Aninha-se comigo quando estou a ler, está sempre por perto. Sinto que o estou a perder aos poucos, como se nada do que tenho feito no último ano e meio contasse para alguma coisa.

Estou destroçada.

sinto-me: Triste
tags: , ,

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 15:11
link do post | comentar | Flatulências (54) | favorito
Domingo, 20 de Janeiro de 2008

E agora, algo completamente deprimente!

Porra! Ando a estudar, com escassas interrupções pelo meio, há vinte anos!

Ora aqui está uma cena deprimente como tudo! Principalmente se tivermos em conta que no fim de tudo isto, o mais provável seja o desemprego.

Até há bem pouco tempo estava optimista. Achava que, com um pouco de sorte, era bem provável que o cataclismo do desemprego não me atingisse a mim. E não, não andei à procura. Só que estou fartinha de ver reportagens sobre os licenciados e os doutorados desempregados. Não sei bem qual é a intenção dos nossos media, mas se é deprimir o pessoal, dou-lhes os parabéns! Conseguiram!

O que me inquieta mais nestas reportagens é não saber até que ponto é que o brilhantismo pessoal possa fazer alguma diferença. Ou seja, esta gente que tem boas habilitações, não consegue emprego porque não procuram convenientemente? Ou toda a gente que ande à procura, independentemente das características pessoais, vai ter o mesmo destino? Mesmo se eu fosse um génio, a minha licenciatura e mestrado, combinados com as minhas características pessoais não me iriam servir de nada? Mesmo que tivesse desenvoltura de raciocínio e de comunicação interpessoal e mais milhentas características que fariam de mim o candidato ideal a qualquer emprego neste país, mesmo assim não teria hipótese?

Porque se for assim, dedico-me à política, pá! Antes não fazer nada e ser paga para isso do que querer fazer e não poder.

Lá está, uma pessoa não sabe até passar por isso. Mas que é inquietante à brava, lá isso é...

Daqui a pouco mais de um mês terei o meu canudinho nas mãos. E apesar do mestrado ainda nem ir a meio, vou ter de começar a procurar qualquer coisa, um part-time que me permita ter uns trocos ao fim do mês. Estou farta de contar trocos! Estou farta de não poder fazer uma série de coisas por ainda não ser financeiramente independente! Nem a merda das minhas propinas posso pagar por inteiro. Lá tenho eu de recorrer aos paizinhos para me ajudarem a pagar a escola. Estou lixada!

Todos os dias me passa pela cabeça sair deste país. Todos os dias penso em hipóteses como Inglaterra. Pensem bem, os gajos têm das melhores seguranças sociais do mundo, tratam a mão de obra qualificada convenientemente e não é de desdenhar o nível de vida. Não sei porquê, mas sempre achei que não haveria de ter de lutar com todas as minhas forças para chegar ao fim do mês. Achava que tinha direito a conseguir atingir certo tipo de coisas que tornam a vida mais confortável, mais interessante, mais colorida. É mau querer o óptimo em vez do médio? É mau achar que connosco há-de ser diferente? É mau sonhar?

Estou deprimida...

sinto-me: Em baixo...

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 21:12
link do post | comentar | Flatulências (32) | favorito
Domingo, 13 de Janeiro de 2008

Onde é que já ouvi isto antes?

Já não sei o que hei-de fazer da minha vida! Não consigo sair de uma para me meter noutra. Gripe, isto é! No último mês o meu corpo já produziu mais desperdícios que uma qualquer central nuclear de médias dimensões!

Quando parece que já passou, lá tenho eu que ir a caminho da faculdade apanhar frio, chuva e derivados. Chego à conclusão que o melhor que teria a fazer era enfiar-me em casa durante duas semanas seguidas e esperar que isto passasse. Mas nem a isso me posso dar ao luxo. Chiça , estou mesmo irritada! Não percebo. Normalmente apanho uma ou duas grandes gripes por ano. Já conto com quatro, só tendo em conta o último mês...

Ninguém me tira da cabeça que a indústria farmacêutica está por trás disto! Sim, porque nunca vou a correr comprar a vacina da gripe, como milhares de pessoas todos os anos. Vai daí, montaram um complô internacional contra mim para que apanhasse tantas gripes este ano, que para o ano me juntasse ao pessoal comprador da vacina! Espertos! E ainda por cima, devem ter criado um vírus multi-resistente só para mim, para que sofresse a bom sofrer!

Pois bem, senhores da indústria, saibam que não me apanham tão facilmente! Não é um bocadinho de muco e extremo mal-estar que dão cabo desta musa renascentista! Mais facilmente domino o mundo com as minhas flatulências que vocês com os vossos vírus de segunda criados em laboratório! Tenho dito!

 Agora vão-me dar licença, que tendo em conta a narrativa acima, já devo estar com febre...

sinto-me: Merda para isto!
tags: ,

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 19:48
link do post | comentar | Flatulências (25) | favorito
Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2007

Foi-se...

Pronto, já passou!

Uma pessoa pensa que vem de férias para descansar e no entanto, chega a dia 26 com as costas feitas num oito e quase com vontade de voltar para o trabalho ou escola. Este ano não foi muito diferente dos outros. Em dois dias, produziu-se mais lixo que numa semana inteira, a maior parte dele não reciclável. Bebeu-se um bocadinho demais, receberam-se prendas que não lembram a ninguém. Aquelas que provavelmente estão enfiadas num armário, que já foram ofertas de Natais passados e que as pessoas voltam a embrulhar. Eu não me posso queixar, mas a minha mãe é especialmente atingida por este flagelo. Já lhe disse que fizesse o mesmo mas ela recusa-se a entrar na cadeia, como se a quebrá-la fosse incitar outros a fazê-lo. Not gonna happen ... Como tal, lá foi arrumar nos recônditos dos armários coisas como pratinhos para aperitivos e lenços com  Yorkshires , para não ter nunca mais de se lembrar deles.

Eu já comecei a ler o meu querido Harry Potter , estou um pouco nostálgica porque está a chegar ao fim... Também já comecei a vasculhar as opções especiais do Lost  mas nada disto me está a dar o prazer que podia, pois estou constantemente a pensar que no dia 4 tenho não sei quantos trabalhos para entregar e relativamente a um deles, não percebo nada do que para ali vai. A razão é simples: não estive presente nas reuniões, enviaram-me umas  páginas de teoria, e disseram-me simplesmente, "olha, fiz a recolha dos exemplos, agora ligas os exemplos à teoria". O que é que eu entendo disto? "olha, fiz o mais cagativo , agora fazes o trabalho." A sério, há alturas em que me apetecia ser a mais completa e maquiavélica das cabras...

Em relação à noite de Natal em si, éramos cinco à mesa e mesmo assim, a certa altura, já estava tudo a falar de assuntos diferentes. Às vezes é um caos... Comemos demais, bebemos um pouco demais e depois do jantar, foi cada um para seu lado, a gemer com queixas de que estavam demasiado cheios. Resultado: dez minutos depois, dois de nós estavam a dormir! A sério, eu só me ria. Perto da meia-noite lá consegui reunir toda a gente na sala para a abertura dos presentes. Acho que todos ficaram bastante satisfeitos! Tenho uns ténis novos que são de cair para o lado. : )

O meu irmão ofereceu uma viagem ao Brasil aos meus pais, mas não tinha os bilhetes com ele. Ou seja, a princípio, ninguém acreditou. Haviam de ter visto a cara dele. Não havia ninguém mais infeliz!

Mas é mesmo verdade. Essa terá sido a maior surpresa. Outra delas é que já não aguento beber como antes. Dois ou três copos de vinho e no dia seguinte já sentia uma ligeira ressaca. LOL

Agora já me estou a preparar física e psicologicamente para a passagem de ano. Isso é que costuma ser uma provação. No dia 1 nunca estou disponível para ninguém. Não tenho nem cabeça nem estômago nem nada...  LOL

 

P.S.: O meu gato teve a sua primeira luta! Ficou um bocadinho mal tratado. Anda todo torto como se tivesse dores musculares. A uma certa altura, no jardim, era um gato qualquer a correr atrás do Shaka , eu a correr atrás do gato e o Shiva , o nosso cão, a correr atrás de todos. Os vizinhos ficaram um bocado confusos, vieram todos para as janelas e começaram a narrar os acontecimentos entre si! "Foi o cão que apanhou o gato", "Não, foi o gato que apanhou outro gato", " Então não foi o cão que atacou a dona"... A sério, no fim daquilo tudo acho que teriam ficado mais satisfeitos se eu surgisse toda ensanguentada com os bichos às costas... LOL

 

sinto-me:
tags: , ,

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 16:58
link do post | comentar | Flatulências (11) | favorito

Ninguém percebe o Leonardo. A Mona Lisa nao estava a sorrir, estava com gases. É o primeiro registo de arte escatológica.

E-mail
Facebook
No Twitter

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 185 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. ...

. Gato em telhado de zinco ...

. Lobo em pele de cordeiro

. Respirar fundo (mas não c...

. ...

.últ. comentários

Mesmo... É incómodo lembrar.
Ainda custa a digerir o desaparecimento de um ídol...
as aveiros devem estar a ferver...
Oh pá, e eu já nem me lembrava disto. E foi tão b...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Quantos já cá vieram soltar gases

.Quem anda aí...

online
Add to Technorati Favorites
SAPO Blogs

.subscrever feeds