Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2008

Esta noite...

... estive a fazer o trabalho final de Seminário. Produzi cerca de 15 páginas de análise entre as onze e as cinco da manhã. Foi uma maratona e pêras! Eu andava a ficar um pouco preocupada por ouvir o pessoal a dizer que estava a trabalhar naquilo há semanas, mas afinal não custou nada!

Entre as sete e as onze dormi um bocado, antes de ir entregar o dito trabalho. Sim, tinha que ser, quando não durmo fico estúpida que nem uma porta! Parece que me faz cá dentro um curto-circuito e fico com as funções todas maradas!

Anyway, durante essas escassas horas de sono sonhei que tinha arrecadado o tal jackpot milionário desta semana do Euromilhões! E sabem o que estava a fazer? A jogar ténis com o André Agassi!

Bem, fiquei tão lixada quando acordei e me apercebi que não era verdade. Até me deu vontade de engolir a almofada! Não tanto pelo André, como é óbvio, desculpa lá rapaz!

Mas, esperem aí... Será que foi uma premonição? UOU!

 

sinto-me: Medium!

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 21:54
link do post | comentar | Flatulências (10) | favorito
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Medo!

Amanhã tenho uma apresentação do trabalho mais lixado deste semestre do mestrado. Estou completamente neurótica. Detesto fazer apresentações, falar em público. Fico com a pulsação e a respiração completamente descontroladas, num estado de nervos nada recomendável.

O mais estúpido é que assim que as começo, gradualmente passa-me o chilique e as apresentações acabam por correr sempre bem. Mas a hora que antecede é de loucos!

Enfim... Vou preparar acetatos. 

sinto-me: Tenham muito medo!

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 21:08
link do post | comentar | Flatulências (19) | favorito
Domingo, 20 de Janeiro de 2008

E agora, algo completamente deprimente!

Porra! Ando a estudar, com escassas interrupções pelo meio, há vinte anos!

Ora aqui está uma cena deprimente como tudo! Principalmente se tivermos em conta que no fim de tudo isto, o mais provável seja o desemprego.

Até há bem pouco tempo estava optimista. Achava que, com um pouco de sorte, era bem provável que o cataclismo do desemprego não me atingisse a mim. E não, não andei à procura. Só que estou fartinha de ver reportagens sobre os licenciados e os doutorados desempregados. Não sei bem qual é a intenção dos nossos media, mas se é deprimir o pessoal, dou-lhes os parabéns! Conseguiram!

O que me inquieta mais nestas reportagens é não saber até que ponto é que o brilhantismo pessoal possa fazer alguma diferença. Ou seja, esta gente que tem boas habilitações, não consegue emprego porque não procuram convenientemente? Ou toda a gente que ande à procura, independentemente das características pessoais, vai ter o mesmo destino? Mesmo se eu fosse um génio, a minha licenciatura e mestrado, combinados com as minhas características pessoais não me iriam servir de nada? Mesmo que tivesse desenvoltura de raciocínio e de comunicação interpessoal e mais milhentas características que fariam de mim o candidato ideal a qualquer emprego neste país, mesmo assim não teria hipótese?

Porque se for assim, dedico-me à política, pá! Antes não fazer nada e ser paga para isso do que querer fazer e não poder.

Lá está, uma pessoa não sabe até passar por isso. Mas que é inquietante à brava, lá isso é...

Daqui a pouco mais de um mês terei o meu canudinho nas mãos. E apesar do mestrado ainda nem ir a meio, vou ter de começar a procurar qualquer coisa, um part-time que me permita ter uns trocos ao fim do mês. Estou farta de contar trocos! Estou farta de não poder fazer uma série de coisas por ainda não ser financeiramente independente! Nem a merda das minhas propinas posso pagar por inteiro. Lá tenho eu de recorrer aos paizinhos para me ajudarem a pagar a escola. Estou lixada!

Todos os dias me passa pela cabeça sair deste país. Todos os dias penso em hipóteses como Inglaterra. Pensem bem, os gajos têm das melhores seguranças sociais do mundo, tratam a mão de obra qualificada convenientemente e não é de desdenhar o nível de vida. Não sei porquê, mas sempre achei que não haveria de ter de lutar com todas as minhas forças para chegar ao fim do mês. Achava que tinha direito a conseguir atingir certo tipo de coisas que tornam a vida mais confortável, mais interessante, mais colorida. É mau querer o óptimo em vez do médio? É mau achar que connosco há-de ser diferente? É mau sonhar?

Estou deprimida...

sinto-me: Em baixo...

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 21:12
link do post | comentar | Flatulências (32) | favorito
Quinta-feira, 20 de Dezembro de 2007

É bom, é muito bom!

Há coisas que deixam qualquer pessoa doida. Há outras em que ninguém acredita, de tão imbecis que são. E há ainda coisas que nos fazem questionar regimes, governos e instituições. Esta cabe em qualquer das categorias acima descritas:

 

Há uns tempos, começou a circular na faculdade (e não só na minha, em todas as faculdades da Universidade de Lisboa) o rumor de que todo o capital que os alunos recebiam sob forma de bolsa de estudo, teria de ser devolvido, em prestações, após o fim do curso. Ou seja, quando começamos a trabalhar, a ganhar o nosso dinheiro e a ponderar coisas tão banais como comprar um carrito ou um T0 num sítio qualquer, não podemos porque já estamos endividados com outra entidade: o estado.

Eu já nem ponho em causa o pagamento ou não de propinas e a questão de supostamente  o ensino ser um direito fundamental consagrado na Carta de Direitos do Homem... Tínhamos as casas de banho numa desgraça e graças ao dinheiro das propinas, agora já não tenho de aguentar o dia inteiro sem ir à casa de banho. Ou seja, a faculdade tornou-se um pouco menos repulsiva a esse nível. O que eles fazem com os subsídios anuais do estado, eu não sei e nem sequer vou por aí. Agora, atribuir uma bolsa de estudo porque o aluno é carenciado e depois pedir-lhe de volta, quando entra no mercado laboral é hipotecar os inícios de vida de milhares de jovens! Biltres!

Mas isto passou e nunca mais ninguém falou nisso. Eis se não quando, hoje vejo no Correio da Manhã, a notícia de que mais de 800 alunos do ensino superior estão a usufruir do "novo sistema de empréstimos" do estado para pagar propinas. Ainda por cima os senhores apresentam este facto como sendo uma coisa fantástica pois "Os alunos que peçam este empréstimo beneficiam de uma taxa de juro mínima e sem depender de avales ou garantias patrimoniais."

Ou seja, os pobres coitados que não têm o ensino superior pago pelos pais, têm de pedir empréstimo para pagar as propinas de um curso que muitas vezes nem sequer lhes garante colocação na área, ou em casos mais graves, em qualquer área que seja e a propaganda do estado diz-nos que é fantástico porque têm juros baixos...

Eu já ouvi falar de uma coisa assim, com este tipo de publicidade enganosa: acho que se chamava Estado Novo... 

sinto-me: Enganada

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 00:19
link do post | comentar | Flatulências (13) | favorito
Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007

O que é a Fraseologia?

Pois, meus caros, esta pertinente questão, que já muitos de vocês devem ter colocado, ocupou-me hoje a tarde toda, devido a um trabalho para uma das cadeiras do mestrado...

Depois de todas aquelas horas encafuada na biblioteca, gostava de vos dizer que sei responder. E até sei, mas não quero matar ninguém de aborrecimento.

Quando a escola se tornar minimamente interessante e não um meio de adquirir informação que nos faz parecer infinitamente mais inteligentes mas que não interessa nem ao menino Jesus, avisem-me!

Nessa altura começo a ir regularmente...

sinto-me: Aborrecida

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 22:17
link do post | comentar | Flatulências (7) | favorito
Terça-feira, 4 de Dezembro de 2007

Pois, parece que não correu bem...

Hoje tive o primeiro teste do semestre. Raio de coisa mais parva.

O dia já não tinha começado bem. Era suposto ir à aula das oito mas quase às cinco ainda estava acordada. Claro que quando o despertador tocou às seis e meia, os meus neurónios nem sequer estavam prontos para me pôr de pé... Decidi dormir mais um bocado e acordei às dez para as onze, quando o teste começava... às onze.

Vesti as primeiras coisas que me apareceram à frente e saí disparada de carro. Um nevoeiro estranhissímo, que de resto se prolonga até agora...

Só para terem ideia, costumo demorar cerca de vinte minutos, meia hora, para chegar à escola. Hoje cheguei em doze... Ai se os senhores da BT sabem! Foi só hoje, vá lá!

Enfim, cheguei por volta das onze e um quarto mas só consegui chegar à escola quando já passava das onze e meia. Porquê? Demorei mais tempo a arranjar lugar do que a chegar lá. Vá lá, desta vez nenhum professor me roubou o lugar, como o Frederico há uns dias! Enfim...

Chego à sala e tenho de ligar o computador, ler o teste e aí o pânico: eu tinha pouco mais de uma hora para fazer uma tradução com respectivo comentário, responder a uma pergunta de desenvolvimento e ainda categorizar um termo qualquer, enfim, demais para tão pouco tempo. Chamei a professora (que por acaso é muito querida, é a normalidade no meio dos doidos...) e perguntei-lhe se podíamos ficar um pouco mais depois da uma. Respondeu-me que não porque os restantes colegas também não iam poder.

Está bem, é justo, fiz aquela m**** toda à pressa, ficou um trabalho um bocado medíocre mas fiz tudo e saí. Fiquei lá fora, à espera de uma colega para fazermos um trabalho. Não é que a última pessoa a sair, fê-lo já passava da uma e meia? Parece que ela foi dizendo para o pessoal entregar mas ninguém lhe ligou nenhuma! Estou furiosa! Vou ter uma nota bonita!

Já o primeiro trabalho que lhe entreguei, não tive tempo de corrigir, por isso foi a primeira versão. Para um tradutor, isto significa que certas passagens foram traduzidas literalmente para rever mais tarde. Sem surpresa, tive 12.

Sem surpresa uma merda! Já não é a primeira vez que entrego versões inacabadas e não costumo ter doze. Agora com este teste... Estou deprimida!

Esta vida de baldas, de vez em quando, dá-me dissabores. Lá me cortam um ponto no final do semestre porque não fui a metade das aulas ou porque não entreguei um ou outro trabalho ou porque... sim!

Será que vou ser mesmo capaz de atinar e ser uma estudante exemplar?........

sinto-me:
tags:

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 22:22
link do post | comentar | Flatulências (18) | favorito
Sexta-feira, 9 de Novembro de 2007

Se ao menos fossem o House...

Esta foi uma semana física e mentalmente drenante! Pela primeira vez em quatro anos vi-me na situação de conhecer muita gente mas de não me dar realmente com nenhuma delas! Sim, porque se bem se lembram os meus amigos abandonaram-me no caminho para o mestrado! Sim, é mesmo com vocês que estou a falar!

Então encontrei-me numa posição muito delicada. Conheço as pessoas mas acho que nunca me tinha sentado com elas mais de 10 minutos seguidos...

Então houve reacções para todos os gostos. Desde aqueles que fizeram de conta que sempre nos demos às mil maravilhas e me receberam de braços abertos (hum... Talvez os mais perigosos...) até àqueles que me mantêm debaixo de olho a todo o tempo não vá eu dar provas de ser um ser esquisito. E claro, por falar em seres esquisitos, também havia de reparar nos espécimes que existem na minha turma. Há um gajo que tenho quase a certeza que não bate bem! Tanto está a contar piadas como fala com as pessoas com uma agressividade muito suspeita! Há para ali qualquer coisa desconectada! Talvez o interruptor de normalidade... Que não venha para cima de mim senão lá terei de soltar um dos meus indignadíssimos " 'Então, pá?" que podem não parecer, mas conseguem ser muito intimidantes , sobretudo quando proferidos com o tom correcto...

Estou tão farta de pessoas complexas! A sério, a minha fase de gostar de Bad Boys já me passou e com ela foi também a fase de gostar de enredos complicadíssimos e das chamadas pessoas interessantes. Que não eram, obviamente. Eram só marados das excrescências córneas! 

Preciso mesmo muito de simplicidade e de valores que consiga entender e de conversas sem segundas intenções e de gargalhadas que existem só porque sim...  e de normalidade. O mundo não é um filme do Tarantino , nem um episódio do House . Deixem os geniozinhos e as esquisitices em casa, pelo bem comum!

Caramba, quanto mais pessoas conheço, mais gosto dos meus animais. A raça humana é algo de extremamente sobrevalorizado. Mas também,  é batota quando o concorrente e o júri são o mesmo, não é?

sinto-me: Deprimida

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 20:35
link do post | comentar | Flatulências (12) | favorito
Quarta-feira, 24 de Outubro de 2007

Só me apetece bater em alguém!

Meus amigos, fala-vos uma gaja à beira de um ataque de nervos.

Estou tão assoberbada em trabalho como nunca estive! O raio do mestrado começou esta semana e eu já tenho trabalhos de grupo e trabalhos individuais que, em circunstâncias normais, davam para o ano inteiro. Neste momento tenho que fazer sete trabalhos de grupo e sete trabalhos individuais, sendo que cada um deles nunca pode ter menos de 10 a 15 páginas. Se juntarmos a isto, todo o trabalho de investigação a fazer para cada um deles, acho que nos próximos quatro meses, não saio da biblioteca!

E depois ainda há a questão de arranjar grupo, o que para mim é sempre a maior dor de cabeça! Eu não sou anti-social mas a maior parte das vezes não estou para fazer amizades só porque me vai dar jeito, a qualquer altura. Agora já percebo porque é que as pessoas o fazem! Vamos ver quem é que consigo convencer a aturar-me!

No meio disto tudo, o que me está a causar o maior nojo é o facto de eu perceber perfeitamente qual o objectivo maior por detrás de toda carrada de trabalhos! Eles deixaram entrar bastantes pessoas no mestrado e agora estão a ver quantos conseguem abater antes de Fevereiro e do segundo semestre. Se calhar até fizeram apostas entre si. Tenho de dar a mão à palmatória: estão a conseguir. Desde o início da semana, que eu saiba, já houve 2 desistências! E pronto, estamos assim. Estou à beira de um ataque e só com sorte é que chego a Fevereiro sem um esgotamento em cima.

Se notarem a minha falta em termos de quantidade de posts ou comentários nos vossos blogs, não estranhem muito. Vou tentar esticar-me mas vai haver dias em que só vou querer enfiar-me debaixo dos lençóis . Estou com uma daquelas raivinhas que ninguém me consegue aturar! Só de me lembrar que o raio da francesa, ontem, numa só leva, marcou quatro trabalhos de grupo, até me dá uma coisa. E ainda por cima, só se percebe metade do que a mulher diz! 

Estamos mal, estamos mesmo mal!   

sinto-me: Doida!!!

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 22:49
link do post | comentar | Flatulências (18) | favorito
Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007

Se alguém perguntar, estou a aproveitar as últimas horas de liberdade!

Os horários para o mestrado já saíram! São a coisa mais merdosa que eu já vi em mais de dez anos de escola! Não são nem diurnos nem nocturnos. São um bocadinho dos dois! De tal forma que há um ou dois dias em que entro naquela maldita faculdade às oito da manhã e só de lá saio às dez da noite! Sim! Das 8 às 22!!!! Não percebo. Ainda falta o horário de uma cadeira e eu já tenho a minha vida hipotecada até Fevereiro. Basicamente, durante os meses que se seguem, estarei em aulas ou a caminho de lá ou a caminho de casa! Vida própria? Já não há! Com isto tudo, estes anormais já me lixaram o Natal, a passagem de ano e o Inverno todo, se virmos bem! Queres ficar em casa a ver chover, enrolada no edredão ? Não podes! Estou tão fora de mim que era capaz de esbofetear os responsáveis de todos os departamentos! Que saudades que eu tenho de trabalhar! 
sinto-me: Com muito calor, para Outubro

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 21:25
link do post | comentar | Flatulências (16) | favorito
Segunda-feira, 8 de Outubro de 2007

Acabou-se a boa vida!

Pois é! Hoje fiz o caminho até à faculdade só para ver o resultado das candidaturas ao mestrado! Entrei. Mas lá está, não sei se vai haver paciência para mais dois anos de dores de cabeça académicas! Que ideia a minha! Não sei estar quietinha!

Mas cá em casa, todos ficaram muito contentes! Que alguém fique...

Não, que parvoíce! É bom. Agora só espero que o meu horário me permita respirar!

Tenciono continuar a postar regularmente e não há-de ser uma coisita como um mestrado a impedir-me!

sinto-me: Dork!

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 19:46
link do post | comentar | Flatulências (10) | favorito
Quarta-feira, 26 de Setembro de 2007

Porquê EU???

Hoje estou cansada, desgostosa, indignada e ligeiramente neurótica. Às quatro da tarde entrei para a entrevista de candidatura ao mestrado e quinze minutos depois saí de lá com a sensação de ter sido profundamente gozada. Não fosse a presença da professora C., que já me conhece há uns anitos e acho que me tinha dado uma coisinha.

Eu tenho um método já com créditos firmados, para lidar com certo tipo de pessoas. É sorrir muito, independentemente do que me digam, ostentar um ar algo distanciado e falar um pouco mais alto e bastante mais pausadamente que o normal. E basicamente, mostrar alguma indiferença e descontracção . Por incrível que pareça, os narizes mais empinados, reagem melhor se forem tratados desta maneira. Desta vez, não resultou... Repito, não fosse a presença da professora C. e não sei se teria conseguido esconder toda a minha indignação. É que aquela professora, nem sei explicar porquê, sempre me inspirou a fazer mais e melhor. Sempre teve alguma consideração por mim e o sentimento é mútuo.

Depois disto tudo já não sei se quero fazer o mestrado. Aliás, se não entrar, vou encarar a situação quase como uma bênção. Eu sei que ainda estou a quente e provavelmente amanhã já não pensarei assim, mas neste momento, acho que já não há paciência. Em Fevereiro, se ninguém se lembrar de me fazer a folha, estarei licenciada. E nessa altura, faço-me à vida, como diz o senhor Belmiro!

Se, por acaso, tiver entrada, lá faço o mestrado. Mas com brio, que é para a professora C. ficar orgulhosa.

Mas hoje não quero pensar nisso. Estou demasiado ocupada com demasiados sentimentos e nenhum deles muito positivo. Vou fazer uma sesta, pode ser que me passe a neura. E vou-me preparar psicologicamente para amanhã. Quer-me cá parecer que todos os meus receios serão confirmados. Custa muito um bocadinho de simpatia e boa vontade ? Afinal, somos todos seres humanos. E nunca se sabe se daqui a uns anos não poderá, alguém muito parecido comigo, estar a ocupar o cargo de ministra da educação, por exemplo. A política nunca me assustou...

A sorte, no meio disto tudo, é que eu não sou nada vingativa e tenho a memória muito curta!   

sinto-me: Ninja! Um rotativo na boca!

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 18:47
link do post | comentar | Flatulências (14) | favorito
Segunda-feira, 24 de Setembro de 2007

Oh! Vou deixar de poder dormir até às 5 da tarde!!!

Finalmente, uma resposta!

Depois de mais de dez currículos enviados e passado mais de um mês desde o envio dos últimos, chegou-me uma resposta via e-mail. A reconhecida revista da moldura amarela agradece a candidatura mas diz ter o quadro completo.  

Não fiquei muito triste, tive finalmente a confirmação de que os CTT andam a fazer o seu trabalho. Sim, porque eu já duvidava que as minhas cartas estivessem a ser entregues...

Estou pronta para mais recusas, venham elas!!!

Entretanto, hoje foi o primeiro dia de aulas. Nunca, até hoje, tinha metido os meus pés na escola antes da segunda semana. Aparentemente, havia uma razão para isto. Houve uma confusão qualquer com os horários e a professora nem sequer sabia que tinha aula hoje. Chegou mais de uma hora depois e estivemos lá vinte minutos a preencher uma ficha...

Que perda de tempo! Quem me manda a mim armar-me em certinha e aparecer no primeiro dia de aulas! É o castigo por ir contra os meus princípios!

Mas no meio disto tudo, um aspecto positivo. A prof parece ser querida. No meio da guerra de egos que sei que se avizinha, vai-me saber bem cinco horas por semana de normalidade.

Onde é que me fui meter? 

sinto-me: Aborrecida

publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 19:59
link do post | comentar | Flatulências (13) | favorito

Ninguém percebe o Leonardo. A Mona Lisa nao estava a sorrir, estava com gases. É o primeiro registo de arte escatológica.

E-mail
Facebook
No Twitter

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 185 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Take 2

. Oh tempo volta para trás!

. Espancamento ao público

. Estou farta de não poder ...

. Senhora doutora

.últ. comentários

Mesmo... É incómodo lembrar.
Ainda custa a digerir o desaparecimento de um ídol...
as aveiros devem estar a ferver...
Oh pá, e eu já nem me lembrava disto. E foi tão b...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Quantos já cá vieram soltar gases

.Quem anda aí...

online
Add to Technorati Favorites
SAPO Blogs

.subscrever feeds