Quarta-feira, 19 de Novembro de 2008

O Banco do Portugal psicadélico

Diz o Banco de Portugal que o desemprego de longa duração está a aumentar, que em média cada desempregado anda dois anos à procura de emprego. Até aqui tudo ok.

A justificação para esse facto é que me está a dar uma comichãozita... Diz então o Banco de Portugal que isso se deve ao "generoso" regime de subsídio de desemprego do Estado...

Desculpa lá, oh Banco de Portugal, alguém te perguntou alguma coisa? Vem para aqui opinar, feito conhecedor... Bah!

Realmente o Estado português é de uma generosidade do caraças! Senão veja-se: só tem direito a subsídio quem trabalha um certo período. Acho que são 12 meses. Partindo do princípio que são 12 meses, que agora não me apetece nada ir pesquisar, se uma pessoa tiver o azar de só estar empregada 11 meses não recebe um chavo furado! No entanto, durante esses 11 meses descontou uma enormidade em IRS e Segurança Social! Para onde vai esse dinheiro? Para muitos sítios, mas neste caso, não para a pessoa que o descontou...

Todos os meses vejo voar quase 100 euros do meu ordenado, e isso só em IRS. Daqui a nove meses, se o meu patrão decidir dar-me um chuto no rabo e arranjar outra estagiária inocente, não vou ter direito a subsídio de desemprego. E porquê? Neste caso nem se relaciona com o tempo de duração do contrato de formação. É mesmo por ser um estágio. Faz parte dos contratos desses estágios não fazer descontos para a Segurança Social. Porquê? É por o estado ser generoso? Ou será já para garantir que, depois dos estágios, não lhe batem à porta milhares de estagiários que apenas são contratados durante os tais 9 meses por serem mão de obra patrocinada e como tal, mais ou menos barata? O que é que o Estado vai fazer ao dinheiro que lhe estou a pagar de IRS no fim desse contrato? Vai-mo devolver com uma fitinha vermelha e um cartão de agradecimento? O que é que o Estado faz àquelas pessoas que sempre trabalharam, que durante uma vida inteira nunca estiveram desempregados, que nunca ou muito raramente estiveram de baixa, mas que ainda assim descontaram IRS e Segurança Social todos os meses da sua vida activa? Vai o Estado oferecer uma recepção para celebrar a vida profissional desses trabalhadores, vai erigir-lhes estátuas, oferecer-lhes reformas que lhes permitam não se preocuparem mais com dinheiro, nunca mais terem de rebuscar entre os trocos para perceberem se podem comprar uma caixa de aspirinas ou duas carcaças? Se calhar o Estado não vai fazer isso...

A meu ver, os generosos somos nós!


publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 09:55
link do post | comentar | favorito
17 comentários:
De rui santos a 19 de Novembro de 2008 às 11:02
Pronto, hoje estas de mal com a vida...


Sorri rapariga


De A Mona Lisa tinha Gases a 20 de Novembro de 2008 às 20:51
Já tive melhores dias, é verdade! Mas já só falta um mês para uns gloriosos 12 dias de férias! (Suspiro muito profundo)


De Lourencinha a 19 de Novembro de 2008 às 11:08
Nem mais.... os generosos somos nós! Ando um cadito farta desta qualidade. A bem dizer, também ando um cadito farta de muitas outras coisas.


De A Mona Lisa tinha Gases a 20 de Novembro de 2008 às 20:52
Entendo-te, rapariga! Eu também ando um bocadinho farta de muita coisa... Deve ser do tempo!


De Lourencinha a 19 de Novembro de 2008 às 12:31
Só para dizer que já tenho um blog e que nada disto!


De A Mona Lisa tinha Gases a 20 de Novembro de 2008 às 20:54
Muito bem, muito bem! Entre todos os perks, vais passar a receber as minhas respostas por mail! :D
Tenho que lá dar um pulinho durante o fim de semana para conhecer o estaminé!


De angelasoeiro a 19 de Novembro de 2008 às 14:41
Pois... generosos!!! Trabalho à cerca de 16 meses, tenho horário definido, tenho uma hierarquia estipulada, trabalho nas instalações e com o material cedido pela empresa empregadora, ganho 400€, estou a recibo verde e tcharan... se me vier embora não tenho direito a 1 centimo! Mesmo descontando de 400€ a contribuição à Segurança Social.
De facto vivemos num país de gente generosa, não haja duvida! Passa pelo meu estaminé, vê os meus desabafos em relação ao meu emprego e vê a tamanha generosidade deste país...


De A Mona Lisa tinha Gases a 20 de Novembro de 2008 às 20:55
Olá Ângela!
Eu sei, é uma merda, não tem outro nome! Vamos lá ver se a partir de janeiro, com o novo regime dos recibos, as empresas começam a desistir de os usar!
Vou tentar passar no blog amanhã ou no fim de semana, it's a date!


De Maria a 19 de Novembro de 2008 às 15:11
Eu, presentemente, faço parte do grupo de pessoas para quem o Estado é generoso! Estou a escrever este comentário e estou de lagrimita no olho, só de pensar que foi o Estado, ao qual eu nunca dei nada, nem um mísero tostão, nem um cêntimo, nem um ranhoso imposto, que neste momento me ajuda a sobreviver! Obrigada estado e desculpa lá o incomodo...

P.S. - Acho que vou transformar este comentário em post lá no meu estaminé!


De A Mona Lisa tinha Gases a 20 de Novembro de 2008 às 20:58
Pois, o subsídio de maternidade, não é? Acho mesmo que devias enviar um cartãozinho de agradecimento! :D
Fazes bem, passo lá no fim de semana para ver o resultado!


De Maria a 25 de Novembro de 2008 às 08:10
E a seguir é o Subsídio de Desemprego, já que neste momento estou desempregada! Por isso digo: faço parte do grupo visado, carinhosamente, pelo Banco de Portugal!


De Margarida a 19 de Novembro de 2008 às 22:07
Por acaso, e não querendo defender o maledeto do Estado, os 100 euritos que descontas todos os meses serão devolvidos aquando da entrega do IRS, caso tenhas despesas que justifiquem a devolução. Ou seja, os 100 euros mensais formam o reembolso de irs que eventualmente poderás receber.
Quanto ao facto de não descontares Segurança Social, penso que não é para evitar o subsídio de desemprego, mas sim para incentivar as empresas a aceitar os estagiários. Porque se tu descontasses 11% para a segurança social, como seria normal, a empresa teria que pagar 23,75% do teu salário para a segurança social: é a parte dela. Por exemplo, num salário de 1.000 euros, tu descontavas 110 euros, mas a empresa teria de pagar do seu bolso 237,50 se não estou em erro. E isso é motivo suficiente para afastar algumas empresas dos estágios. Que claro, são uma grande bosta, mas sempre há um ou outro estagiário que fica na empresa, isso eu garanto porque trabalho na área.


De A Mona Lisa tinha Gases a 20 de Novembro de 2008 às 21:03
Oh Margarida, não seja por isso, que este blog tem direito ao contraditório! :D
Na verdade, conquistaste-me com essas contas todas! Estou siderada!
Agora a sério, entendo o que dizes, registei e concordo. Infelizmente, não vou receber grande coisa porque as despesas que não são consideradas os tais "bens de luxo" (o carrito e tal, que para mim não é luxo nenhum) são pouquitas. As propinas e pouco mais. MAs continua a dar-me a volta ao estômago ver os velhitos aflitos com os medicamentos e depois o dinheiro não lhes chegar para comer. É que com esses o estado não parece estar a ser muito generoso! Mesmo com aquela coisa da ajuda de complemento ao mais pobres continuamos a ver grandes injustiças!


De guiga a 20 de Novembro de 2008 às 15:24
Mas o engraçado é que essas declarações são sempre proferidas por gentinha que tem ordenados BEM ACIMA DA MÉDIA! E depois ALTAS REFORMAS! É interessante! Deviam era perguntar-lhes se nunca pensaram em abdicar de ordenados milionários para ajudar na igualdade social.
Cab....!
*.*


De A Mona Lisa tinha Gases a 20 de Novembro de 2008 às 21:05
É verdade! Mas cá para mim, isto é o Banco de Portugal a dar graxa ao estado! Porque será? Terá alguma coisa a ver com o escândalo BPN? Hum...


De Sem Nome a 24 de Novembro de 2008 às 07:27
Bem a meu ver disseste tudo... apesar de agora estudar trabalhei durante 5 anos em Portugal nesses 5 anos sempre descontei, este ano antes de voltar a estudar estive desempregado, fui eu que me demiti mesmo assim nunca usufrui de nada do nosso estado nem tão pouco do subsidio estando desempregado , assim como muitos outros desempregados nunca usufruíram . aliás presentemente os desempregados têm de dar comprovativos em como procuram trabalho para manterem os seus subsídios activos senão é lhes automaticamente cortado... ir dar o cu a render para o estado é o que falta ao cidadão português e já estivemos mais longe ... -.-

Beijinhos e bom dia


De A Mona Lisa tinha Gases a 24 de Novembro de 2008 às 16:33
Eu sei, eu sei! O meu nini está desempregado e anda farto de imprimir mails para comprovar que não passa os dias deitado de papo para o ar!
Opá, se eles pagassem o que as pessoas recebiam quendo estavam a trabalhar, achava de uma generosidade extrema! Mas eles só pagam o base e toda a gente sabe que o ordenado da maioria dos portugueses é uma merda e só fica mais ou menos compostinho com comissões e subsídios...

Beijinhos Ima

E boa tarde! .D


Comentar post

Ninguém percebe o Leonardo. A Mona Lisa nao estava a sorrir, estava com gases. É o primeiro registo de arte escatológica.

E-mail
Facebook
No Twitter

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 185 seguidores

.pesquisar

 

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. O acessório

. O meu busto é mais bonito...

. Aquarius

. Vamos fazer amigos entre ...

. Dia 25: Saiu de casa e ai...

.últ. comentários

Mesmo... É incómodo lembrar.
Ainda custa a digerir o desaparecimento de um ídol...
as aveiros devem estar a ferver...
Oh pá, e eu já nem me lembrava disto. E foi tão b...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Quantos já cá vieram soltar gases

.Quem anda aí...

online
Add to Technorati Favorites
SAPO Blogs

.subscrever feeds