Sábado, 24 de Maio de 2008

Não vou à bola com isto!

Estalou a guerra, ou melhor, a guerrinha entre o Manchester United e o Real Madrid por causa de Cristiano Ronaldo.

Poder-se-á dizer que nisto, o clube espanhol até terá uma certa vantagem, uma vez que a tal namorada do rapaz até quer que ele vá para Espanha, não fosse ela ser também espanhola.

Mas será mesmo a opção mais correcta?

Ninguém se esqueceu ainda da confusão que era o Real Madrid até há bem pouco tempo, exactamente por causa da quantidade de vedetas que jogavam pelo clube. Mas desde há duas épocas que tudo corre pelo melhor.

Por outro lado, temos um clube inglês, comandado por um treinador que lá "mora" já há uma data de anos, em que normalmente reina a tranquilidade.

Economicamente, o Manchester ainda se encontra numa posição cimeira em relação ao Real. Talvez isso explique que o clube inglês vá pagar na próxima época 13 milhões de euros/ ano para que o jogador continue a vestir de vermelho.

Mas vai daí, o Real agita a Ronaldo um "cheque em branco", sendo que os primeiros valores de que se falaram para uma possível transferência, sejam da ordem dos 125 milhões de euros.

Ou seja, a tal guerrinha, é do tipo monetário. É o jogo do "Quem lhe atira com mais dinheiro".

Deve ser interessante estar no centro desse jogo. Se o Cristiano tiver alguma coisa na cabeça (facto que permanece por provar) deve estar a curtir à brava o que se passa à sua volta.

Eu, e todos os comuns mortais como eu, é que se podem sentir ligeiramente indignados.

Na antiga Grécia, os participantes do jogos olímpicos eram idolatrados pelo seu poderio físico e resistência.

Mais de vinte séculos depois continua tudo igual. O físico continua a sobrepôr-se ao intelecto. O que mudou foi a quantidade de dinheiro envolvida.

A justificação para as quantias astronómicas pagas aos jogadores de futebol sempre foi que terminam a carreira cedo e até lá, têm que amealhar o mais possível. Mas neste caso já nem se pode dizer que se trate disso.

É um "jogo", em que ganha quem conseguir agitar mais notinhas em frente do nariz do jogador, deixando em segundo plano O JOGO. 

Envergonha-me, isto...

 


publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 23:37
link do post | comentar | favorito
15 comentários:
De umbreveolhar a 25 de Maio de 2008 às 01:43
Sabes muito bem, que salvo raríssimas exepções, os jogadores funcionam como mercadoria, não tirando o mérito ao Cristianno Ronaldo! Mas se tem uma namorada espanhola, até pode mudar de clube a um preço mais baixo. Afinal uma namorada também vale muito!

Cumprimentos e volta sempre,
Carlos Alberto Borges


De A Mona Lisa tinha Gases a 25 de Maio de 2008 às 23:45
É verdade, mas eles parecem não se importar muito de ser tratados assim. Enfim...
Beijinho, Carlos


De shark a 25 de Maio de 2008 às 10:29
A justificação actual para as verbas pornográficas auferidas pelos futebolistas já foi substituida (não fossem, por exemplo, os mineiros invocar o desgaste rápido para exigirem fortunas aos investidores nas pirites alentejanas...) por uma outra: a de que o futebol é uma indústria tão milionária que não faria sentido que aqueles que verdadeiramente o fazem acontecer ficassem à margem dos milhões.
Claro que esta desculpa da treta é apenas mais sofisticada do que a anterior e já está a fazer escola, por exemplo, entre os gestores de grandes empresas que se aumentam a si próprios cento e tal por cento quando lhes dá na veneta.
E se na Grécia antiga idolatravam os atletas, os nomes que hoje lembramos são os dos pensadores e não os dos gajos que ganharam as maratonas...
:-)


De A Mona Lisa tinha Gases a 25 de Maio de 2008 às 23:49
Ah, bem, com essa justificação já fico mais descansada! :D
Sabes o que me incomoda? Haver gente com real valor que durante toda a vida não vão conseguir juntar o que estes meninos ganham num mês. Tristeza do caraças!
Mas vá lá, sempre temos esse último facto que referes para nos consolar!


De Liliana a 25 de Maio de 2008 às 11:41
Nem sei podemos fazer algum tipo de comparação ao espírito dos jogos da Antiga Grécia. Hoje em dia há toda uma indústria em volta do futebol. Os jogadores são aliciados com um número infindável de cifrões e já é muito raro encontrar algum que sinta amor à camisola que veste.
Mas a verdade é que se está a cair no exagero. O jogo não caiu para segundo plano mas passou a ter mais do que uma arena. Começa nas negociações entre clubes, com jogadores, na imprensa, advogados e empresários. Há cada vez mais participantes nestes jogos e a gorda indústria é alimentada.
Quanto ao Cristiano Ronaldo, vamos ver no que dá. Mas ele que se concentre no Europeu agora porque dinheiro não lhe irá faltar.


De A Mona Lisa tinha Gases a 25 de Maio de 2008 às 23:52
Sabes, não sei se acredito que o rapaz vá fazer muita diferença. Espero que sim, que apesar de discordar das quantias envolvidas, até gosto de futebol e curto a selecção....
Veremos!


De Liliana a 26 de Maio de 2008 às 10:29
Sim, também gosto muito de futebol. Nasci quase no meio dele. Mas concordo que as quantias envolvidas há muito que deixaram de fazer sentido.
Acredito que jogadores como o Cristiano Ronaldo fazem a diferença e podem ser decisivos. Mas também não coloco expectativas exageradas. Como dizes, veremos!


De Teresa a 25 de Maio de 2008 às 16:23
Já não posso ouvi falar disso, como deves calcular aqui em Espanha isso reina no desporto neste momento!! Quanto ao resto, nem vale a pena dizer nada...tu disseste tudo.

Beijinhos***


De A Mona Lisa tinha Gases a 25 de Maio de 2008 às 23:55
Que horror, mulher, é verdade, deves estar a ser completamente bombardeada. :S
Deixa lá, só tens de aguentar a especulação mais uns meses, até ao início da próxima época! :D
Beijinhos, guapa


De abelhinha a 25 de Maio de 2008 às 16:49
Vergonha e indignação são mesmo as melhores palavras para descrever estas situações... Como é que se justifica os milhões gastos com as vedetas do futebol? Pelo menos parte desse dinheiro poderia ser aplicado para contratar professores para pelo menos lhes ensinar o básico...

Quanto ao Real Madrid, aquele grande clube que se lembraram de "destruir" ao contratar uma grande quantidade de vedetas, senhores não vamos cair no mesmo erro. Não interessa que "sejamos" "O Galácticos", o que interessa é que tenhamos titulos!

Beijinhos


De A Mona Lisa tinha Gases a 25 de Maio de 2008 às 23:56
O Real passou ali uma época muito negra. Era uma tensão enorme no balneário, segundo diziam. Porque os meninos eram todos muito importantes! Quem acabou por passar ao lado disso foi o Figo. Sempre esperto!
Beijinho


De abelhinha a 25 de Maio de 2008 às 16:51
Ai é verdade lá meu cantinho tens um desafio!

Bjs


De A Mona Lisa tinha Gases a 25 de Maio de 2008 às 23:56
Já lá fui ver e já fiz! :)
Beijo


De Mário a 25 de Maio de 2008 às 17:56
É-me permitida dizer uma verdade rude, daquelas do campo?
Só queria comer metade das gajas que ele já comeu. E seria indiferente, da cintura para baixo ou da cintura para cima...


De A Mona Lisa tinha Gases a 25 de Maio de 2008 às 23:58
Eheheh!
Imagino que quisesses! Mas diz mais assim: metade das gajas que dizem que ele comeu! Porque se o menino precisa de ir as meninas...


Comentar post

Ninguém percebe o Leonardo. A Mona Lisa nao estava a sorrir, estava com gases. É o primeiro registo de arte escatológica.

E-mail
Facebook
No Twitter

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 185 seguidores

.pesquisar

 

.Maio 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. O acessório

. O meu busto é mais bonito...

. Aquarius

. Vamos fazer amigos entre ...

. Dia 25: Saiu de casa e ai...

.últ. comentários

Mesmo... É incómodo lembrar.
Ainda custa a digerir o desaparecimento de um ídol...
as aveiros devem estar a ferver...
Oh pá, e eu já nem me lembrava disto. E foi tão b...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Quantos já cá vieram soltar gases

.Quem anda aí...

online
Add to Technorati Favorites
SAPO Blogs

.subscrever feeds