Quinta-feira, 10 de Abril de 2008

Literatura de WC

As minhas leituras de WC são muito eclécticas.

 Um dos tipos editoriais mais repetentes nessa nobre divisão da minha casa são as revistas como a Máxima e outras parecidas, cortesia da minha mãe, que as adquire religiosamente.

A literatura de WC é, para mim, algo de suma importância.

Sim, porque toda a gente sabe que, no WC, temos uma compulsão quase fisiológica de ler alguma coisa, principalmente em alturas em que sabemos que lá vamos ficar algum tempo. À falta de melhor, damos por nós a ler o rótulo do shampô ou da água oxigenada. Ainda alguém me há-de explicar este estranho fenómeno.

De qualquer maneira, como é um impulso tão incontrolável e não queremos chegar ao extremo de ler rótulos de produtos de higiene, há que ter sempre alguma coisa para ler. Hoje dei por mim isolada com uma Máxima. E pensei: Lá terá que ser...

Estas revistinhas revoltam-me um bocado o estômago. Para começar, em 266 páginas de revista, temos 120 páginas de publicidade. Senti-me um bocado avassalada, acho que nunca levei uma ensaboadela tão grande de publicidade como nesta ocasião.

E depois, temos algo ainda mais irritante. As páginas dedicadas à decoração de interiores, objectos triviais para a casa (ou seja, mais publicidade, mas disfarçada) não são claramente para o português médio ler. Só se for para ficarmos mais deprimidos. Parei numa página com espelhos de parede. Havia um ou outro mais ou menos acessível mas eis que surgem preços de 400, 600 euros, por aí além.

Quem é que pode dar mais de 100 contos por um espelho de parede? Quem é que é o público-alvo deste tipo de revistas?

Mistérios...


publicado por A Mona Lisa tinha Gases às 02:09
link do post | comentar | favorito
28 comentários:
De Filipa a 10 de Abril de 2008 às 10:10
Hahahah , eu também dou por mim a ler rótulos !


De A Mona Lisa tinha Gases a 10 de Abril de 2008 às 20:01
É tão estranho, não é? :D


De Filipa a 10 de Abril de 2008 às 22:21
Muito estranho mesmo... e eu que pensava que era a única , lol !


De Teia d´Aranha a 10 de Abril de 2008 às 10:44
Eu a pensar que era a única alminha que caía no ridículo de ler rótulos de produtos de higiene nesses momentos tão sagrados...
Mas o meu "ridículo" não se fica por aí... Aproveito essa "pausa" para levar tudo o que é prospecto de supermercardo e, vai dái, lanço-me à descoberta do mundo das promoções... E se me deparo com a famosa "Dica da Semana", by Lidl? Uuuuiiii... é a loucura! Sou "gaija" para estar ali uma hora...


De A Mona Lisa tinha Gases a 10 de Abril de 2008 às 20:05
Pá, deve haver alguma razão fisiológica para isso! Sabes quais são os meus preferidos? Os dos desodorizantes. Normalmente o rótulo de trás é duplo, tem a composição escondida. Adoro ler as designações estranhas dos componentes! E o belo do prospecto de supermercado também tem o seu encanto! :D


De thathys a 10 de Abril de 2008 às 12:50
Caracas... Eu nunca gostei da Máxima, por causa das ditas páginas de publicidade... E sim, tens razão... Somos muito "ricos" e temos montes de dinero, pa comprar coisas dessas... lol


De A Mona Lisa tinha Gases a 10 de Abril de 2008 às 20:08
Que ensaboadela! É que nunca vi coisa igual! Agora se não te importas, vou ali comprar um candeeiro de 5000 euros...


De silentvoices a 10 de Abril de 2008 às 15:54
Não falas da literatura "alternativa"... o que é a literatura "alternativa"? É aquela literatura, que quando não temos nada no WC para ler, como livros, revistas ou jornais, recorremos para nos mantermos ocupados. Quem é que nunca leu os rotulos das embalagens dos productos que se encontram na casa de banho? Pois claro, é o ultimo recurso!
Fica bem


De A Mona Lisa tinha Gases a 10 de Abril de 2008 às 20:09
"À falta de melhor, damos por nós a ler o rótulo do shampô ou da água oxigenada."

Eu falo, não me lembrei foi de lhe chamar "literatura alternativa"!


De Arroto Azul a 10 de Abril de 2008 às 16:48
Desafio fresquinho no meu blog!


De A Mona Lisa tinha Gases a 10 de Abril de 2008 às 20:09
Já lá passo, nini! :)


De paranoiasnfm a 10 de Abril de 2008 às 18:25
Ah pois é!

É a única coisa que fazemos de tarelo no WC. Pegamos numa revistinha/livro, ou seja lá o que for e metemo-nos a ler... durante aqueles minutos que estamos para lá sentados.

Eu cá, não dispenso a "companhia" da National Geographic Magazine... que vai, quase sempre, para o WC comigo. :P


De A Mona Lisa tinha Gases a 10 de Abril de 2008 às 20:10
Boa escolha! Eu adoro a NG mas ainda não me tinha lembrado de a levar para o WC! :D


De paranoiasnfm a 11 de Abril de 2008 às 10:01
É uma boa companhia, não duvides.

Tem dias que levo, outros que não... mas por falta de paciência para ler.. ou por circunstâncias que são lógicas. xD LOLOL


De Isa a 10 de Abril de 2008 às 20:02
olha, ás contas disso, já sei quase de dor a composição do distron LOL tenho que comprar umas marias pa levar pra casa de banho..já tentei ler as noticias dos jornais desactualizados que uso para forrar o chão por baixo da caixa de areia do furas, mas fico com dores no pescoço :/


De A Mona Lisa tinha Gases a 11 de Abril de 2008 às 00:21

A bela da revistinha cor-de-rosa também é uma boa adição. NEm que seja por o conteúdo se adequar à situação(merda)...


De immortal a 10 de Abril de 2008 às 22:44
hehe
eu também levo tudo o que apanho...com a agravante de quando não tenho revistas sirvo-me de qualquer coisa à mão que tenha letras!!
não olho para preços de artigos dessas revistas, são asssim a modos que pindéricos demais para mim


De A Mona Lisa tinha Gases a 11 de Abril de 2008 às 00:22
Claro, os nossos espelhos têm que custar pelo menos uns 1000 euros, não é?


De Maria a 11 de Abril de 2008 às 10:07
Eu também não dispenso literatura de WC... e sim, já cheguei ao limite de ler rótulos de gel de banho, papéis de medicamentos e até do WC Pato. É triste, é pouco dignificante, mas é a forma mais frequente do meu organismo se querer aliviar! Sem leitura, o gajo não funciona mesmo! ;)


De A Mona Lisa tinha Gases a 11 de Abril de 2008 às 20:10
:D
Pelos vistos, nesta questão, somos todos iguais! Será que não há por aí nenhum médico para nos explicar o mecânismo fisiológico que leva a isto?


De carochinha a 11 de Abril de 2008 às 22:20
ah tu les a maxima no wc? pois eu leio a maria. acabo a rir tanto com os diários de ele e de ela, e com os contos eróticos, que acabo por demorar mais tempo do que o esperado! beijinhos


De A Mona Lisa tinha Gases a 12 de Abril de 2008 às 21:23
Foi por acaso, normalmente costumo ler o jornal do dia. Mas só lá estava aquela... Não recomendo. Tem muita palha e pouco texto, o que não é muito indicado para a função a desempenhar! :D


Comentar post

Ninguém percebe o Leonardo. A Mona Lisa nao estava a sorrir, estava com gases. É o primeiro registo de arte escatológica.

E-mail
Facebook
No Twitter

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 185 seguidores

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Vira lá a outra face

. O acessório

. O meu busto é mais bonito...

. Aquarius

. Vamos fazer amigos entre ...

.últ. comentários

Mesmo... É incómodo lembrar.
Ainda custa a digerir o desaparecimento de um ídol...
as aveiros devem estar a ferver...
Oh pá, e eu já nem me lembrava disto. E foi tão b...

.arquivos

.tags

. todas as tags

.links

.Quantos já cá vieram soltar gases

.Quem anda aí...

online
Add to Technorati Favorites
SAPO Blogs

.subscrever feeds